Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

FINANÇAS

Plínio Albuquerque, da chapa Inova Náutico, afirma que o próximo presidente receberá o clube com meses de salários atrasados

Na mesma entrevista, Plínio revelou ainda que já tem pré-contrato assinado com uma empresa de gestão para cuidar do clube

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 23/11/2021 às 19:25
CAROLINA FONSÊCA/BLOG DO TORCEDOR
Plínio Albuquerque é o candidato à presidência da chapa Inova Náutico. - FOTO: CAROLINA FONSÊCA/BLOG DO TORCEDOR
Leitura:

Encerrando a série de entrevistas do Blog do Torcedor com os três candidatos à presidência do Náutico, Plínio Albuquerque, da chapa Inova Náutico foi o entrevistado da última segunda-feira (22). Falando sobre as finanças do clube, o candidato afirmou que o próximo presidente do Timbu receberá o Náutico com cerca de cinco meses de salários atrasados.

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Plínio Albuquerque é o convidado desta segunda-feira

Na mesma entrevista, Plínio revelou ainda que já tem pré-contrato assinado com uma empresa de gestão para cuidar do clube, caso a sua chapa seja a vencedora. Além de profissionalizar a administração do clube, segundo o candidato, a empresa também ajudará o alvirrubro a gerir e diminuir o passivo. 

>> Candidato de oposição, Plínio Albuquerque revela acerto com empresa de gestão para o Náutico; saiba qual

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Bruno Becker é o primeiro

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Diógenes Braga é o convidado desta quinta

"Esse é um dilema não só do Náutico. Essa empresa que a gente está trazendo vai nos ajudar muito a gerir esse passivo, a diminuir esse passivo. Eles têm projetos como de leis federais que foram sancionadas há pouco tempo. A SAF também, que vai nos ajudar a gerir esse problema", disse. 

Detalhando como pretende lidar com as dívidas do Timbu, Plínio Albuquerque mencionou negociação e recorrer a recursos que podem aumentar o prazo de pagamento. "Eu não enxergo de outra forma a não ser chamar o credor e fazer acordos. A SAF dá a oportunidade de jogar esse prazo de negociação muito para frente e a gente consegue reter esses juros. Eu consigo diminuir os juros e aumentar o meu prazo de pagamento e isso me dá um alívio financeiro, um prazo de pagamento e essa empresa que a gente está trazendo está totalmente preparada. Esse é o ponto forte dessa empresa", acrescentou. 

Albuquerque lembrou que atualmente 20% de toda receita recebida pelo Náutico fica retido em uma conta judicial para cumprimento de um acordo com a Justiça do Trabalho. De acordo com o candidato, a porcentagem retida não dá conta nem de cobrir os juros das dívidas do Timbu. 

"Nós precisamos, de forma urgente, emergencial, tomar atitudes sérias para não permitir mais esse aumento do passivo. Não só cuidando do passivo já realizado, que já está ali, fixo, mas cuidar de novos passivos. A gente precisa ter uma gestão de forma realmente austera e não com mais de 100 ações trabalhistas, com quase cinco meses de salários atrasados. Muito provavelmente o próximo presidente vai pegar um clube com quatro ou cinco meses de salários atrasados. A torcida precisa ouvir isso, precisa saber disso. É a pura verdade. A gente está falando de uma coisa muito séria", finalizou. 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Comentários

Últimas notícias