Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

CHERNOBYL

Qual o nível de radiação após o desastre na Usina Nuclear de Chernobyl? Entenda como ela é inserida na guerra entre Rússia e Ucrânia

O nível de radiação após o acidente nuclear em Chernobyl chegou a níveis alarmantes. Cidade é palco do conflito entre Ucrânia e Rússia

Cadastrado por
Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Publicado em 24/02/2022 às 15:48 | Atualizado em 25/02/2022 às 16:04
Sergei SUPINSKY / AFP
Usina Nuclear de Chernobyl, que fica na Ucrânia, protagonizou um dos maiores desastres nucleares da humanidade, com altos níveis de radiação. - FOTO: Sergei SUPINSKY / AFP
Leitura:

Após a invasão do exército da Rússia no território da Ucrânia na madrugada desta quinta-feira (24), o contexto de guerra tem alertado o mundo inteiro. Na tarde desta quinta-feira, autoridades ucranianas confirmaram que o tropas russas invadiram a cidade de Chernobyl.

A Usina Nuclear de Chernobyl está localizada a 120 km de Kiev, a capital da Ucrânia, e já foi protagonista do maior desastre nuclear do mundo. Essa região não é habitada desde 1986, devido aos altos índices de radioatividade. Mesmo assim, recebia visitantes de todo o mundo para fazer um tour pela cidade fantasma. Entenda como ela se insere na guerra entre Ucrânia e Rússia.


Veja as primeiras imagens do ataque da Rússia a Ucrânia

 

Qual o nível de radiação em Chernobyl após o desastre nuclear?

O dia 26 de abril de 1986 foi marcado pela explosão do reator número 4 na Usina Nuclear de Chernobyl. Na época, o local era administrado pela URSS. A explosão na estação nuclear enviou uma nuvem de lixo radioativo sobre grande parte da Ucrânia, Bielorússia e Rússia.

Isso fez com que milhares de bombeiros, engenheiros e médicos fossem mandados ao local para combater o incêndio e evitar que outros reatores explodissem. Sem sucesso, helicópteros despejaram areia e outros materiais para abafar o fogo e tentar parar o desastre.

FOTO: Sergei SUPINSKY / AFP
Após o desastre em Chernobyl, a fauna da zona tem uma expectativa de vida menor e uma taxa de reprodução inferior devido aos efeitos da radiação - FOTO: Sergei SUPINSKY / AFP

De início, com receio da repercussão política do caso, a União Soviética negou ter havido qualquer acidente. Mas as partículas radioativas haviam chegado até a Suíça e, dois dias depois, os soviéticos anunciaram que houve um desastre nuclear na região. Foi então que o mundo se deu conta de que estava diante de um evento histórico.

Os números reais do nível de radiação na Usina Nuclear de Chernobyl foram escondidos pela URSS. Porém, é possível fazer uma estimativa levando em conta a fábrica de processamento de lã de ovelhas em Chernihiv, no norte da Ucrânia, a 80 km do local do desastre.

Foto: HBO/Divulgação
A minissérie 'Chernobyl', da HBO, é a série com maior nota atualmente no portal IMDb, batendo títulos como Breaking Bad e Game of Thrones - Foto: HBO/Divulgação

Isso porque, quando as trabalhadoras da fábrica começaram a adoecer graças à radiação, autoridades foram chamadas para investigar. Foi descoberto que os níveis de radiação na fábrica de até 180 mSv/hr

Esse número é preocupante. Hoje, em menos de um minuto, qualquer pessoa exposta a esses níveis excederia a dose anual considerada segura em muitas partes do mundo.

Tour em Chernobyl

Antes da invasão Russa no território ucraniano, era possível visitar Pripyat, cidade que foi abandonada após o acidente nuclear e passou a fazer parte de uma “Zona de Exclusão”. O tour era possível mesmo com níveis de radiação confirmados.

A visita à zona de exclusão só podia ser feita com autorização do governo, concedida após a contratação de uma agência de viagens. No passeio, os visitantes viam pontos demarcados de Pripyat e Chernobyl e munidos de um medidor de radiação, para evitar entrar em áreas com níveis alarmantes.

Comentários

Últimas notícias