FISCALIZAÇÃO

Operação Carnaval da PRF registra 77 mortes e 789 acidentes em rodovias do País

De acordo com o balanço, o número de mortes apresentou redução de 15% em relação ao mesmo período de 2020

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 18/02/2021 às 23:57
Notícia

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
FERIADO - Movimentação BR 101 Sul na véspera de Natal - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um total de 77 mortes e 789 acidentes em rodovias federais durante os seis dias da chamada Operação Carnaval. As ações de fiscalização foram realizadas entre os dias 12 e 17 deste mês. Ainda segundo a corporação, 1.020 pessoas ficaram feridas durante o feriado prolongado.

De acordo com o balanço, o número de mortes apresentou redução de 15% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram contabilizados 91 óbitos. A quantidade de acidentes também caiu, passando de 1.233 no ano passado para 789 em 2021. Entre os feridos, a redução foi de 36% – no mesmo período de 2020, o total registrado foi 1.597.

As fiscalizações de trânsito, segundo a PRF, registraram menos infrações que na operação do ano passado. Foram flagrados 600 casos de embriaguez ao volante, contra 3.285 em 2020. O não uso do cinto de segurança gerou 5.872; as autuações e as ultrapassagens indevidas, 7.121 infrações; e o uso de celular ao volante, 455 infrações. Foram fiscalizados 171.050 veículos.

Pernambuco

Nas rodovias federais de Pernambuco, durante a Operação Carnaval 2021, foram registrados 61 acidentes, com 30 feridos e três mortes. No ano passado, ocorreram 69 acidentes, com 47 feridos e quatro mortes. O que representa uma redução de 11%, 36% e 25%, respectivamente.

Os três acidentes com morte envolveram motocicletas. Um deles ocorreu na noite de sábado (13), no Km 73 da BR 423, em Jupi, no Agreste. Pelos vestígios verificados, o condutor de uma moto acessou a contramão da rodovia e colidiu de frente em um carro. O motociclista faleceu após o impacto e o motorista do carro saiu do local antes da chegada da viatura. A Polícia Civil vai investigar o caso.

As ações tiveram como foco comportamentos imprudentes, e a PRF afirma ter intensificado a presença ostensiva em locais estratégicos das rodovias federais, para promover a mobilidade e a segurança viária. Em seis dias, a fiscalização alcançou 4.614 veículos e 4.691 pessoas, sendo emitidos 2.273 autos de infração. Entre eles, destacam-se 212 por ultrapassagens em local proibido, 126 pelo não uso do cinto de segurança, 26 pela falta do capacete, 21 pela ausência da cadeirinha e sete por alcoolemia, com um motorista detido sob efeito de álcool.

Para evitar acidentes, foram recolhidos 47 animais que estavam soltos nas rodovias e retiradas de circulação 91,7 toneladas de excesso de peso de veículos de carga. Nesse período, também foram recolhidos 169 veículos irregulares e 308 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs).

As ações de segurança pública contaram com o apoio de grupos especializados e resultaram em nove pessoas detidas por crimes como uso de documento falso, apropriação indébita e com mandados de prisão em aberto.

Comentários

Últimas notícias