Covid-19

OMS: resultados preliminares não apontam correlação entre vacina contra covid-19 e coágulos

A entidade defende que a vacinação seja mantida, nesse contexto

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 12/03/2021 às 16:11
Notícia
KARIM SAHIB/AFP
Vacina AstraZeneca contra a covid-19 - FOTO: KARIM SAHIB/AFP
Leitura:
Diretora de acesso a medicamentos da Organização Mundial de Saúde (OMS), Mariângela Simão afirmou nesta sexta-feira, 12, que os resultados preliminares "não apontam" para uma correlação entre a vacina da AstraZeneca e a formação de coágulos. A declaração foi dada durante entrevista coletiva virtual da entidade, após alguns países da Europa terem suspendido a aplicação do imunizante após relatos de coágulos, inicialmente na Dinamarca.
A OMS afirma que o estudo sobre a questão está em andamento, mas que não há evidência dessa relação estabelecida. A entidade defende que a vacinação seja mantida, nesse contexto. Simão lembrou que milhões de pessoas têm sido vacinadas pelo mundo diariamente, por isso seria natural que algumas delas morressem, sem que isso tenha relação com o imunizante. Segundo ela, os resultados preliminares apontam que as mortes por coágulos entre os que receberam a vacina não destoam do que ocorre normalmente na população em geral.
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou na coletiva que a entidade está "atenta" à segurança das vacinas. "Não há indício de ligação entre a vacina da AstraZeneca e os casos de coágulos", reforçou ele.
 

Últimas notícias