IMUNIZANTE

"Esperamos que Butantan possa ter capacidade de produção restabelecida", diz ministro da Saúde

O instituto anunciou, nesta quarta-feira, que o envase de doses da Coronavac oi temporariamente suspenso pelo Instituto após atraso na chegada de matéria-prima vinda da China

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 07/04/2021 às 23:40
Notícia
EVARISTO SA/AFP
"Dificuldade de vacina não é só no Brasil; é hora de união nacional", afirmou Queiroga - FOTO: EVARISTO SA/AFP
Leitura:

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quarta-feira (7) esperar que o Butantan tenha a capacidade de produção de vacinas restabelecida. A declaração foi dada no mesmo dia em que circulou a informação de que escassez de insumos - o chamado IFA - pode impossibilitar a fabricação de cinco milhões de doses da Coronavac, metade do previsto para o mês.

>> Com atraso na chegada de insumos, Instituto Butantan suspende envasamento de doses da CoronaVac

"Dificuldade de vacina não é só no Brasil; é hora de união nacional", afirmou Queiroga, após um jantar com empresários, ministros e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta quarta-feira em São Paulo. Ele reconheceu a dificuldade de se conseguir vacinas, mas apelou para os esforços diplomáticos.

Queiroga disse ainda ter ouvido dos empresários que eles trabalharam junto com o governo para modernizar o sistema de saúde.

"Esperamos que Butantan possa ter capacidade de produção restabelecida", diz ministro da Saúde

Comentários

Últimas notícias