BUSCAS

Polícia acredita estar próxima ao esconderijo de Lázaro Barbosa, mas o 'serial killer de Brasília' continua solto

Polícia segue as possíveis movimentações de Lázaro, mas ele permanece à solta

Adriana Guarda
Cadastrado por
Adriana Guarda
Publicado em 20/06/2021 às 15:26 | Atualizado em 20/06/2021 às 15:51
NE10
A polícia procura o "serial killer de Brasília" há 13 dias - FOTO: NE10
Leitura:

No 12° dia de busca pelo foragido Lázaro Barbosa, 32 anos, suspeito de matar quatro pessoas, promover sequestros e invadir propriedades rurais no Distrito Federal, a polícia acredita ter percebido movimentações dele em Girassol, no distrito de Cocalzinho, em Goiás. Um morador da região relatou aos agentes que a casa dele foi invadida e encontrou tudo revirado, na tarde desse sábado (19). 

A notícia foi publicada no Correio Braziliense. O dono da propriedade informou o arrombamento à Política Militar. E, apesar de conhecer a história do foragido, disse não estar com medo. 

A partir da denúncia, os policiais militares de Goiás vasculham a área de cerca de 200 metros quadrados em busca de pistas na mata e às margens da BR-070, que corta a cidade, mas até agora Lázaro não foi encontrado. 

GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
BUSCAS Policiais se mobilizam para capturar Lazaro Barbosa - GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

Polícia aposta no cansaço de Lázaro

A Polícia aposta no desgaste emocional e no cansaço físico para tentar capturar o Lázaro Barbosa. "Ele está a cada dia mais cansado, mais acusado. Não deixa, de maneira nenhuma, de ser perigosíssimo, mas está nas últimas forças. Tenho quase certeza que cheguei a vê-lo, a 1 km de distância, do outro lado de um vale. A aparência dele não era de pessoa ferida", chegou a comentar com a imprensa o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Rodney Miranda. 

GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
CAÇADA Policiais se mobilizam para capturar Lazaro Barbosa - GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

Essas aparições do fugitivo, que teve seu perfil traçado como sendo de um psicopata, sugerem, portanto, maior aproximação da operação policial com a localidade exata do fugitivo. 


GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
Uma força-tarefa com cerca de 200 policiais foi montada e tem usado o distrito de Girassol, área rural de Cocalzinho, como base - FOTO:GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
BUSCAS Operação tem perdido força e helicópteros passaram dois dias parados, enquanto Lázaro segue foragido - FOTO:GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL
SUSPEITO Fugitivo teria roubado casa semanas antes de assassinato - FOTO:REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL

Comentários

Últimas notícias