Vacina

Brasil chega a 51% da população com vacinação completa contra a covid-19

Em números, significa que 1009.217.821 pessoas receberam as duas doses ou o imunizante de aplicação única

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 23/10/2021 às 21:15
Notícia
GEOVANA ALBUQUERQUE / AGÊNCIA SAÚDE DF
COVID-19 Ao todo, Pernambuco já recebeu 14.339.880 doses de vacinas - FOTO: GEOVANA ALBUQUERQUE / AGÊNCIA SAÚDE DF
Leitura:
O Brasil atingiu neste sábado, dia 23, a marca de 51,2% da população totalmente imunizada contra a covid-19. Em números, significa que 1009.217.821 pessoas receberam as duas doses ou o imunizante de aplicação única. O número de habitantes parcialmente imunizados, ou seja, com ao menos uma dose das vacinas disponíveis é de 152.938.187, correspondendo a 71,7% da população.
Nas últimas 24 horas, foram registradas 638.101 aplicações de vacinas. As primeiras doses foram aplicadas em pouco mais de 121 mil pessoas. Já 373.009 receberam a 2ª aplicação da vacina. O imunizante de dose única foi aplicado em 521 pessoas. Já as doses de reforço foram administradas em 142.747 mil habitantes, com total de 6 milhões de doses aplicadas.
Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, em parceria com 27 secretarias de Saúde.

Pernambuco

Mais uma remessa de vacinas contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech foi recebida em Pernambuco. Os novos lotes, com 449.280 doses do imunizante, o maior quantitativo desse fabricante entregue em apenas um dia, chegaram em dois voos comerciais no final da noite desta sexta-feira (22) ao Aeroporto Internacional do Recife, de onde seguiram para a sede do Programa Estadual de Imunizações, na Zona Norte da capital, para checagem e divisão por município.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, as doses, recebidas em 64 volumes, serão destinadas à aplicação de segundas doses na população em geral acima dos 18 anos de idade e também para doses de reforço em pessoas com 60 anos ou mais. “Os gestores devem ficar atentos à decisão pactuada na última Comissão Intergestores Bipartite pela manutenção do intervalo de 60 dias entre a primeira e segunda aplicação dos imunizantes fabricados pela Pfizer/BioNTech”, reforçou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Últimas notícias