ZOOLÓGICO

Parque de Dois Irmãos terá área triplicada e modernizada

O governador Paulo Câmara assinou documento de desapropriação e regularização de mais de 770 hectares do entorno do zoo

Editoria de Cidades
Editoria de Cidades
Publicado em 04/12/2017 às 17:04
Foto: Ricardo Labastier/ Acervo JC Imagem
O governador Paulo Câmara assinou documento de desapropriação e regularização de mais de 770 hectares do entorno do zoo - FOTO: Foto: Ricardo Labastier/ Acervo JC Imagem
Leitura:

O governador Paulo Câmara assinou, nesta segunda-feira (04), em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, as escrituras de desapropriação e regularização de 774,09 hectares do terreno denominado Fazenda Brejo dos Macacos, localizado na Zona Norte do Recife. A medida objetiva ampliar a extensão do Parque Estadual Dois Irmãos (PEDI), que passa ao triplo do tamanho a partir da integração com a área adquirida e a modernização com a implantação do conceito Bioparque no Zoológico . Além disso, será implantada uma unidade de Conservação Ambiental no local. O total investido foi de R$ 26,8 milhões.

 “Desde que me foi apresentado esse projeto de aquisição dessa área que triplica a presença da Mata Atlântica no Recife - quando eu ainda era secretário da Fazenda de Eduardo Campos -, todos nós vimos ali uma oportunidade fenomenal de fazer com que muitas ideias, muitas políticas de sustentabilidade e de preservação do meio ambiente fossem fortalecidas. E hoje, eu tenho a satisfação de, como governador, concretizar esse processo, essa transferência ao Estado de uma área fundamental para a preservação ambiental do nosso Estado e da nossa capital”, ressaltou Paulo Câmara. O chefe do Executivo estadual destacou ainda que ações como essa ratificam o compromisso do Governo de Pernambuco com políticas públicas. “Essa transferência é fundamental dentro das políticas públicas que a gente planeja, políticas de desenvolvimento sustentável que englobe o econômico, mas que não esqueça de maneira nenhuma o social, e que o meio ambiente precisa estar protegido”, frisou.

A ação tem base no Decreto Estadual nº 40.547/2012, que oportuniza um novo limite para o PEDI, considerando além do já estabelecido em 2006, pela Lei nº 13.159 (384,42 ha), o acréscimo de 774,09 ha, praticamente triplicando a área do Parque, que passa a possuir 1.158,51 ha de área protegida no município do Recife. A área adquirida pelo Estado pertencia ao Banco Econômico. “Não são todas as cidades que tem a alegria de ter um parque de 350 hectares. E agora, o governador Paulo Câmara triplica o tamanho do Parque Dois Irmãos, criando um pulmão verde definitivo para o Recife. A partir de agora, a gente tem a certeza absoluta de que essa área será ainda mais preservada. São iniciativas como essa que nos dão condições de construir uma cidade melhor para o futuro”, pontuou o prefeito Geraldo Julio.

Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier, a ampliação da área da unidade de conservação estadual aumentará as chances de conservação da biodiversidade. “Estamos passando por uma importante transformação que vai além da ampliação. O Parque está sendo reformado e modernizado com o conceito Bioparque no Zoológico, que oferece uma ambientação muito semelhante à natureza, para que os animais se sintam mais sintonizados com seu habitat. E com essa ampliação, nós poderemos trabalhar ainda mais, em parceria com a prefeitura, outras ações de educação e preservação ambiental”, declarou.

Parque

O Parque Estadual de Dois Irmãos, Unidade de Conservação de Proteção Integral, estabelece um referencial de conservação da biodiversidade dos ecossistemas de Mata Atlântica. A complexidade do conjunto vegetacional desempenha papel importante no que se refere à contribuição para a manutenção da qualidade e quantidade do volume hídrico, no caso o complexo da sequência dos açudes do Prata, do Meio e do Mandi, que confluem suas águas em direção ao Rio Capibaribe.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias