IJCPM prorroga auxílio no preenchimento do cadastro para receber coronavoucher

Atendimento ocorre nesta quarta-feira, no RioMar, das 9h às 12h e das 14h às 18h


ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Jocycleide Lima Matos. Instituto JCPM monta estrutura para preenchimento do auxilio federal no shopping Rio Mar em Recife, Pernambuco. O serviço é para pessoas com dificuldades em ter acessos aos meios digitais para solicitar o auxilio emergencial destinado aos afetados pela pandemia do novo coronavírus. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Diante da elevada procura para solicitar apoio no preenchimento do cadastro social do Governo Federal, feito por meio digital, o Instituto JCPM de Compromisso Social resolveu estender a ajuda e manter o funcionamento do atendimento presencial, nesta segunda-feira, na unidade localizada no RioMar. O foco é receber as pessoas que ainda não conseguiram se cadastrar. O serviço começou na quinta-feira última e tinha previsão de ficar até sábado, 18. Mas continua nesta quarta-feira-feira (22), entre 9h e 12h e 14h e 18h.

Mais de 200 pessoas procuraram atendimento porque não conseguiam operar o aplicativo ou mesmo iniciar o processo de inscrição. O preenchimento do cadastro para as pessoas de baixa renda terem acesso ao auxílio do Governo Federal durante o período de isolamento social e da pandemia da Covid-19 tem sido um dos grandes entraves para a população. Como a solicitação toda é feita de forma remota, sem qualquer contato com atendentes, só através de site e aplicativos, o Instituto JCPM colocou computadores e profissionais para ajudarem no entendimento das regras e na inscrição. O IJCPM é localizado no RioMar e tem acesso próximo às torres empresariais.

O Governo Federal vai conceder três parcelas de R$ 600,00 para as pessoas que se enquadrarem nos requisitos e preencherem as informações. O IJCPM atua prioritariamente com moradores do Pina e de Brasília Teimosa. Uma pesquisa do Sebrae aponta que a região do Pina e de Brasília Teimosa soma quase 700 empreendedores. O auxílio serve também para trabalhadores informais e autônomos, trabalhadores cadastrados como microempreendedores individuais com renda de até três salários mínimos (R$ 3.135) e inscritos no Bolsa Família.

Alimento

O Grupo JCPM, através do IJCPM, já distribuiu cerca de 42 toneladas de alimentos junto aos jovens matriculados nas quatro cidades onde atua (Recife, Fortaleza, Salvador e Aracaju), além de se unir a entidades que atuam com a baixa renda para distribuir cestas básicas. Para tirar dúvidas sobre o cadastro, a pessoa pode enviar mensagem para número 9 92130616 (WhatsApp) e receber uma cartilha explicando o benefício.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC