avaliação

Pernambuco sobe 12 posições e está em 4º no ranking do Ideb

O Estado subiu 0,5 pontos e empatou com Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais

Karol Albuquerque
Karol Albuquerque
Publicado em 05/09/2014 às 16:28
Foto: Priscilla Buhr/Acervo JC Imagem
O Estado subiu 0,5 pontos e empatou com Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais - Foto: Priscilla Buhr/Acervo JC Imagem
Leitura:

No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2013 do ensino médio, divulgado nesta sexta-feira (5), Pernambuco alcançou a 4ª colocação, entre as melhores notas. De 2011 para 2013, a nota de Pernambuco subiu 0,5, de 3,1 para 3,6. Dezesseis estados tiveram o desempenho pior do que em anos anteriores.

Com a nota, pernambuco empata com Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Goiás, o primeiro colocado do ranking, ficou com a nota 3,8. A evolução da nota de Pernambuco foi de 16,1%.

O Governo do Estado comemorou o resultado na avaliação. "Desde 2007, fizemos um investimento maciço em educação, com a construção e a reforma das escolas da rede estadual, o pagamento de bônus aos professores que atingissem as metas pactuadas, o monitoramento das escolas e um grande Pacto Pela Educação", disse o governador João Lyra Neto.

São Paulo ficou em segundo lugar, perdendo 0,2 pontos (3,9 no ano de 2011 e 3,7 em 2013). Além de São Paulo, os estados de Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Ceará, Roraima, Tocantins, Amazonas, Amapá, Maranhão, Sergipe, Bahia, Pará, Rio Grande do Norte e Mato Grosso pioraram.

Rio de Janeiro, Rondônia, Espírito Santo, Distrito Federal, Piauí e Paraíba melhoraram suas notas, enquanto Acre e Alagoas mantiveram suas notas anteriores.

O Ideb é calculado a partir da taxa de rendimento escolar (aprovação) e das médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. O índice é divulgado a cada dois anos e é medido a partir de resultados em provas de português e matemática.

As notas do índice vão de 0 a 10. A nota 6 é considerada o nível de países desenvolvidos, de acordo com o Governo Federal.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias