solenidade

Terreiros do Estado recebem certificado de locais sagrados do saber popular

Quinhentos espaços na RMR e Zona da Mata serão beneficiados. Evento faz parte do projeto de Turismo Étnico da Empetur

Lorena Tapavicsky
Lorena Tapavicsky
Publicado em 31/08/2011 às 14:22
Leitura:

Quinhentos terreiros de umbanda localizados na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata do Estado receberão, na tarde desta quarta-feira (31) o Certificado de Saber Notório, que reconhece a importância dos locais como espaços sagrados do saber popular. O evento acontece a partir das 14h30, no no Auditório Tabocas, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, Grande Recife.

A iniciativa faz parte do projeto de Turismo Étnico lançado em maio deste ano pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) e do Programa Pacto pela Vida, no enfrentamento ao racismo através de políticas de prevenção à violência simbólica. O evento conta também com parceria do Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Étnicorracial (Cepir), Fundação Cultural Palmares, Secretaria de Direitos Humanos e a Secretaria de Cultura de Pernambuco.

Após a entrega dos certificados, às 18h30, acontecerá uma celebração à ancestralidade na Cruz do Patrão, no Porto do Recife, lugar onde eram enterrados os escravos trazidos da África. O projeto Turismo Étnico faz parte das ações do Ano Internacional dos Afrodescendentes, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em Pernambuco, o Cepir está à frente dessas ações.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias