sistema prisional

OEA notifica governo brasileiro sobre situação do Aníbal Bruno

No documento, órgão relata casos que comprovam a insegurança a que são submetidos os funcionários e visitantes do complexo penitenciário

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 17/10/2012 às 23:12
Foto: Rodrigo Lôbo/JC Imagem
No documento, órgão relata casos que comprovam a insegurança a que são submetidos os funcionários e visitantes do complexo penitenciário - FOTO: Foto: Rodrigo Lôbo/JC Imagem
Leitura:

A Organização dos Estados Americanos (OEA) enviou ao governo brasileiro uma notificação sobre a situação do Complexo Prisional Professor Aníbal Bruno. Na carta, enviada em nome da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), o órgão faz referência à segurança dos funcionários e visitantes dos presídios que compõem o complexo localizado no bairro do Sancho, no Recife, registrando no documento os últimos casos de violência ocorridos em rebeliões, como a morte de um agente penitenciário durante um motim.

A OEA pede explicações ao governo brasileiro e cobra a adoção de medidas que solucionem os problemas no Aníbal.

Leia o documento na íntegra:

 

Últimas notícias