Pacto pela Vida

Governo aponta redução de homicídios em Pernambuco no comparativo entre abril e março

Números serão debatidos em reunião do governador com comitê gestor do Pacto pela Vida nesta quarta-feira

Franco Benites
Franco Benites
Publicado em 06/05/2015 às 6:40
Franco Benites/ Especial para o JC
Números serão debatidos em reunião do governador com comitê gestor do Pacto pela Vida nesta quarta-feira - FOTO: Franco Benites/ Especial para o JC
Leitura:

Hoje, dois dias antes de completar oito anos de existência, o Pacto pela Vida terá mais uma reunião de balanço e ajustes. O encontro ocorrerá às 9h na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão e terá a participação do governador Paulo Câmara (PSB).

O secretário de Planejamento e coordenador-executivo do comitê gestor do Pacto pela Vida, Danilo Cabral, afirma que o governo estadual tem o que comemorar. “Fechamos o mês de abril com um resultado de homicídios menor do que março. Foram 323 registros. É um número elevado ainda, mas a gente já voltou a ter o número praticado em janeiro. Fazemos a leitura de que as medidas do governo começam a surtir efeito”, falou.

O Pacto pela Vida começou a ver seu desempenho diminuir em novembro do ano passado ainda na gestão João Lyra (PSB). Foi a primeira vez, desde que o programa foi criado, que o número de mortes aumentou no Estado. Este ano, Paulo Câmara afirmou que melhoraria os índices do programa, mas não foi o que ocorreu. Em janeiro, Pernambuco registrou 323 homicídios. Em fevereiro, foram 324 e em março o número foi de 350 mortes.

O lançamento do Pacto pela Vida ocorreu em 8 de maio de 2007 no governo Eduardo Campos. Na época, a meta era reduzir em 12% o número de homicídios no Estado no período de um ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias