SAÚDE

Programa Atitude está ameaçado no Recife

Núcleo local está parado desde o último sábado

Da editoria de Cidades
Da editoria de Cidades
Publicado em 18/08/2015 às 5:37
Fernando da Hora/JC Imagem
Núcleo local está parado desde o último sábado - FOTO: Fernando da Hora/JC Imagem
Leitura:

Uma das principais iniciativas de atendimento a usuários de crack, álcool e outras drogas em Pernambuco, o programa Atitude, do governo do Estado, está sob séria ameaça de ser descontinuado, pelo menos no Recife. Desde o último sábado, os serviços de atendimento 24 horas da unidade que atende a capital estão paralisados por falta de pagamento dos funcionários. Ao todo, o programa tem cinco núcleos espalhados pelo Estado. Os outros quatro ficam em Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana, em Caruaru, no Agreste, e Floresta, no Sertão. Por mês, mil pessoas são atendidas no Núcleo Recife, localizado na Rua Estrela, bairro de Parnamirim, Zona Norte da cidade.

O Núcleo do Recife é o único que possui três serviços para o usuário: centro de acolhimento e apoio e dois centros de acolhimento intensivo. São 110 funcionários que receberam o aviso prévio no final de Julho. “As pessoas atendidas pelo programa estão sendo encaminhadas a outros órgãos, como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPs). A rede de saúde está sendo solidária, mas o ideal seria ter o programa cada vez mais fortalecido”, explica a psicóloga Clarissa Cabral, que trabalha no projeto.

Ela informa que os funcionários já chegaram a fazer outras manifestações, mas sem resposta efetiva do governo quanto ao aumento prometido para os atendimentos no programa. “Um dos compromissos de campanha do governador Paulo Câmara foi a ampliação no serviço”, ressalta a psicóloga. Os salários dos trabalhadores já haviam atrasado em maio e junho, sendo quitados após manifestação dos trabalhadores na Reunião do Pacto pela Vida, no dia 11 de junho. Em julho, novo atraso e apenas 50% dos salários foram pagos. 

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) informa que está reestruturando do contrato com a empresa executora dos serviços do núcleo Recife do Programa Atitude. Afirma que estabeleceu um cronograma de pagamento.

Ainda de acordo com a secretaria, a empresa prestadora dos serviços já foi notificada por ter dado aviso prévio aos funcionários terceirizados. A SDSCJ alega que está tentando resolver os trâmites com a maior brevidade possível, mas os serviços do Programa Atitude continuam funcionando normalmente, sem prejuízo algum para os usuários e seus familiares.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias