temporal

Bairros do Recife estão sem energia há 15 horas

A celpe informou que cerca de 100 postes caíram com os fortes ventos

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 30/01/2016 às 10:20
Fotos Públicas
A celpe informou que cerca de 100 postes caíram com os fortes ventos - FOTO: Fotos Públicas
Leitura:

Dos diversos prejuízos causados na cidade do Recife, após as fortes chuvas que caíram na tarde desta sexta-feira (29), o que mais incomoda a população, no momento, é a falta de energia. Moradores chegam a relatar que o problema já dura cerca de 15 horas em bairros como Pina, Setúbal e Cajueiro Seco. Segundo a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) cerca de 100 postes caíram com os fortes ventos e que em alguns pontos, ainda não há previsão de retorno de fornecimento por conta dos transtornos na cidade. O balanço geral dos prejuízos será informado na manhã deste sábado (30). 

Em nota, a Celpe informou que a equipe foi reforçada para agilizar o processo de reestabelecimento de energia. Leia na íntegra:

A Celpe ampliou o número de equipes de prontidão que estão atuando na recomposição da rede elétrica danificada pela intensidade dos ventos, com rajadas superiores a 60 km/h. Diante dos danos provocados e da complexidade dos serviços para restabelecer a energia, a empresa está concentrando todos os esforços para normalizar o fornecimento com a maior brevidade possível. Os trabalhos avançaram durante a madrugada e a concessionária manterá os profissionais mobilizados até a regularização total de todas as áreas afetadas.

TEMPORAL - Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o fenômeno Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que atinguiu o Estado causando trovoadas, chuvas fortes e rajadas de vento que ultrapassam os 50 km/h, é um fenômeno atmosférico intensificado pelo El Niño. 

Em entrevista à Rádio Jornal, o prefeito falou sobre o dia atípico vivido pelos pernambucanos. "Um momento diferente para nossa cidade. Um evento raro, bem fora da realidade e do histórico de nossa cidade", disse.

PREJUÍZOS - Além da falta de energia, a população sofre com problemas de mobilidade. Diversas semáforos estão sem funcionar, prejudicando o trânsito local. Outro problema são as árvores caídas em vários pontos. Estima-se que cerca de 150 foram derrubadas durante o temporal.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias