Feminismo

Marcha das Vadias toma conta da Avenida Conde da Boa Vista

Manifestantes da Marcha das Vadias lembram do estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro

Leonardo Spinelli
Leonardo Spinelli
Publicado em 28/05/2016 às 16:28
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Leitura:

Com palavras de ordem, música e cartazes, os participantes da Marcha das Vadias paralisaram a Avenida Conde da Boa Vista na tarde deste sábado (28/05) na 6ª edição do evento. Um público colorido, jovem e alegre cantou várias vezes: “É pela vida das mulheres. Legalize, o corpo é nosso”; “Se a mulherada se unir, o machismo vai cair”; “Não te devo nada. Faço o que quiser, não mereço ser estuprada”. Pelo menos duas vezes, algumas participantes se deitaram no chão e repetiram a frase: “quando eu acordei, tinham 30 homens em cima de mim", lembrando estupro coletivo acontecido no Rio de Janeiro  contra uma jovem de 16 anos. 

Essa barbárie foi lembrada várias vezes durante a passeata com os manifestantes contando de um até 30. Cerca de duas mil pessoas participaram da Marcha das Vadias que fez uma concentração na Praça do Derby, passou por toda a Avenida Conde da Boa Vista e acabou na Pracinha do Diário de Pernambuco.

 

Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Participantes da Marcha das Vadias usam cartazes para lembrar os preconceitos contra a mulher - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
As manifestantes passaram por toda a Conde da Boa Vista numa passeata que começou no Derby - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Na tarde ensolarada deste sábado, cerca de duas mil pessoas participaram da Marcha das Vadias - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Manifestantes também protestaram contra a política - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Mulheres pintadas na Marcha das Vadias - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ao som das alfaias, os manifestantes disseram várias palavras de ordem - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Manifestantes erguem cartazes na Conde da Boa Vista - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
"Se a mulherada unir, o machismo vai cair" - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Algumas manifestantes fizeram top less - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Muitas participantes pintaram seus corpos - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Usuários do Shopping olham a passeata, enquanto os olhos de um homem estão tapados pelo concreto - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Manifestantes dizem: "Quando acordei tinham 30 homens em cima de mim", lembrando o estupro do Rio - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
"Vem pra rua contra o machismo", disseram os manifestantes - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Manifestantes da Marcha das Vadias na Conde da Boa Vista - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Outra palavra de ordem: "Não lhe devo nada, não mereço ser estuprada". - Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Manifestante se emociona durante a Marcha das Vadias - Ricardo B. Labastier/JC Imagem

 

A Marcha das Vadias é realizada por vários coletivos femininos, inclusive alguns formados por estudantes da Faculdade de Direito do Recife, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). “Propomos a luta pela mulher e o combate à cultura machista, que é secular. A mulher está muito vulnerável na sociedade: não pode sair com roupa curta, não pode andar sozinha à noite. Queremos mostrar as pessoas que tudo isso prejudica não só a mulher, mas a sociedade”, conta uma das organizadoras do evento, a musicista Luíza Lucena 

O evento reuniu cerca de 2 mil pessoas, segundo o guarda da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Júlio Bezerra. 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias