RECONHECIMENTO

Projeto #UmaPorUma do SJCC recebe Prêmio Vladimir Herzog em SP

A cerimônia do 40º Prêmio Vladimir Herzog ocorreu nesta quinta (25), em São Paulo. O #UmaPorUma visa contar as histórias de todas a mulheres assassinadas em Pernambuco em 2018

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 25/10/2018 às 23:30
Foto: Divulgação
A cerimônia do 40º Prêmio Vladimir Herzog ocorreu nesta quinta (25), em São Paulo. O #UmaPorUma visa contar as histórias de todas a mulheres assassinadas em Pernambuco em 2018 - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

“Essas mulheres não precisam de pena, não é uma questão de coitadismo, é preciso apenas respeito e justiça, e é isso que nós estamos buscando com esse projeto”, disse a jornalista Julliana de Melo, ao receber o 40º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, na categoria multimídia, pelo projeto #UmaPorUma, desenvolvido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC). A cerimônia ocorreu nesta quinta-feira (25), em São Paulo.

Visando contar as histórias de todas a mulheres assassinadas em Pernambuco no ano de 2018, o #UmaPorUma foi lançado no primeiro semestre deste ano e conta com a participação de mais de 30 mulheres do SJCC, entre jornalistas, diretoras, editoras, designers e também de alguns homens que se engajaram no projeto. “Estar aqui hoje é um indicativo de que a gente está no caminho certo, de que estamos dando voz a quem não tem voz, pois, no volume de cobertura diária, muitos casos acabam se perdendo, muitas histórias acabam sendo esquecidas”, continua Juliana, que divide a coordenação do projeto com a jornalista Ciara Carvalho.

“O projeto está acompanhado todos o processos de investigação até o julgamento dos acusados de todas as mulheres assassinadas em Pernambuco neste ano de 2018. O prêmio de hoje têm um sabor especial pelo momento que estamos vivendo, por marcar a união de todas essas mulheres que fazem o #UmaPorUma, e por dar voz a quem já não pode se expressar”, finaliza a jornalista.

Construção

Mais que apenas estatísticas, o #UmaPorUma busca contar a história a cada uma das vítimas. Para isso, foram realizadas reuniões com autoridades policiais, Ministério Público e Justiça, e, mês a mês, além da atualização dos dados, é possível ver o acompanhamento de inquéritos e processos judiciais. O resultado é exposto mensalmente nas páginas do JC e na versão digital do projeto, onde é possível buscar os casos pesquisando pelo nome da vítima, localidade, idade e parentesco com o agressor, entre vários parâmetros. As chocantes cenas de crime são transformadas em ilustrações que expõem a dor, mas não a vítima que já foi alvo de crueldade.

Quem faz o #UmaPorUma

Reportagem: Adriana Guarda, Adriana Victor, Amanda Azevedo, Amanda Miranda, Amanda Rainheri, Anneliese Pires, Ana Maria Miranda, Bianca Bion, Ciara Carvalho, Cinthia Ferreira, Diana Moura, Elaine Santana, Eugênia Bezerra, Giovanna Torreão, Ísis Lima, Ismaela Silva, Juliana Oliveira, Julliana de Melo, Karoline Albuquerque, Laís Reynaux, Luiza Freitas, Mariana Dantas, Marina Padilha, Marília Banholzer, Mayra Cavalcanti, Milenna Gomes, Mona Lisa Dourado, Renata Lima, Roberta Soares, Vanessa Cortez e Vanessa Silva

Diretoria: Laurindo Ferreira, Maria Luiza Borges e Beatriz Ivo

Edição: Diogo Menezes, Betânia Santana e Gustavo Belarmino

JC Imagem: Arnaldo Carvalho, Heudes Regis, Bobby Fabisak, Diego Nigro, Felipe Ribeiro e Sérgio Bernardo

Design: Bruno Falcone Stamford, Karla Tenório, Moisés Falcão, Bruno de Carvalho, Eudes Belmiro, Eduardo Mafra e Ronaldo Câmara

Multimídia: Eriberto Pereira, Victória Gama, Tathiane Santos, Catarina Farias e Diogo Azevedo

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias