Animais

Brechó inaugurado no Recife ajuda a alimentar cães e gatos

A loja em prol de cães e gatos funciona no bairro da Boa Vista e aceita doações de roupas, calçados e objetos

Da Editoria Cidades
Da Editoria Cidades
Publicado em 12/06/2019 às 10:22
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A loja em prol de cães e gatos funciona no bairro da Boa Vista e aceita doações de roupas, calçados e objetos - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Quase todo mundo tem em casa um vestido que comprou e depois se arrependeu, uma bolsa que recebeu de presente e nunca será usada ou objetos que não combinam mais com a nova decoração da sala. Já pensou em se livrar das peças e ao mesmo tempo ajudar a alimentar cães e gatos abandonados? É exatamente essa a proposta do Brechó Eu Amo Animais – Bicharada Carente inaugurado em 3 de junho de 2019 no bairro da Boa Vista, Centro do Recife.

Instalado na sala 104 do Edifício Santalice (Rua Doutor Sebastião Lins, 127, na lateral do Cinema São Luiz), o brechó funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A renda arrecadada com a venda das peças é destinada à causa animal, informa o ativista e proprietário da loja, Elpídio Araújo. “O dinheiro será usado na compra de ração para 89 gatos e 13 cães que sustento num abrigo”, diz ele.

Doações

Antes de abrir o brechó, Elpídio Araújo recorria às redes sociais para pedir ração e alimentar os cães e gatos. “Como não chegava quase nada resolvi mudar e criei a loja para vender peças novas e seminovas”, declara. No espaço há roupas, sapatos, sandálias, bijuterias, cintos, bolsas, bonecos de pelúcia, CDs, DVDs, vinis e objetos de decoração entre outros artigos, com preços populares.

As pessoas interessadas em fazer doações para o brechó precisam levar os materiais até o Edifício Santalice. “Não tenho infraestrutura para ir buscar os materiais”, explica Elpídio Araújo. Informações sobre o projeto são atualizadas na fanpage da loja e no Instagram (@euamoanimaispe). Os telefones para contato são (81) 98474-8533 e (81) 99653-5276. Os cães e gatos do abrigo podem ser adotados.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias