Padroeira

Procissão encerra a festa de Nossa Senhora do Carmo dia 16

A 323ª Festa de Nossa Senhora do Carmo é realizada na Basílica do Carmo, no Centro do Recife

Da Editoria Cidades
Da Editoria Cidades
Publicado em 12/07/2019 às 7:07
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A 323ª Festa de Nossa Senhora do Carmo é realizada na Basílica do Carmo, no Centro do Recife - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Na próxima terça-feira (16/07), feriado municipal no Recife pelo dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora do Carmo, devotos da santa vão percorrer ruas do bairro de Santo Antônio, no Centro, seguindo uma procissão que tem suas origens no século 17. A caminhada católica, conduzida por frades carmelitas pela 323ª vez, começa logo após a missa campal das 16h, em frente à Basílica do Carmo, na Avenida Dantas Barreto. E encerra a festa da padroeira.

Em 2019, a cerimônia não será presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, como de costume. Quem vai celebrar a missa é o cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta. “Ele é um dos representantes do Papa no Brasil e um dos sucessores de dom Sebastião Leme, arcebispo de Olinda em 1919, o ano da coração canônica da imagem de Nossa Senhora do Carmo”, informa o reitor da basílica, frei Rosenildo Alexandre.

O centenário da coração canônica, destaca o frade carmelita, é o tema da 323ª Festa do Carmo. “Foi o arcebispo dom Sebastião Leme (1882-1942) que colocou a coroa na imagem em 21 de setembro de 1919, ele recebeu o título de cardeal depois (1930)”, diz frei Rosenildo Alexandre. No último dia da festa, 16 de julho, o arcebispo dom Fernando Saburido celebrará a Missa Solene das 10h na basílica.

Fogos de artifício anunciarão a saída da procissão (girândola de 1.080 tiros) e a chegada do cortejo no fim do trajeto (girândola com cinco minutos de duração). “Estamos preparando uma surpresa para os fiéis”, diz Frei Rosenildo Alexandre. O percurso continua o mesmo: Avenida Nossa Senhora do Carmo, Avenida Martins de Barros, Praça da República, Rua do Sol, Avenida Guararapes e Avenida Dantas Barreto para retornar à igreja.

A imagem peregrina de Nossa Senhora do Carmo, carregada num andor durante a procissão, será coberta com um manto que fará referência à coroação canônica. Moradora de Olinda, Alaíde Batista é uma das fiéis que participará da caminhada. “Sou devota desde criança e estou encaminhando meus filhos também nessa fé. Venho à procissão há mais de dez anos e terça-feira estarei lá pedindo e agradecendo por todos nós”, diz Alaíde.

Shows

Nesta sexta-feira (12), sétimo dia do novenário da Festa do Carmo, tem início os shows artísticos no largo em frente à basílica. A primeira apresentação será do cantor Almir Rouche, às 21h. Neste sábado (13), no mesmo horário, sobe ao palco a cantora Adriana Arydes (atração nacional) e no domingo (14) o público ouvirá o padre João Carlos, também às 21h. Dudu do Acordeon é a atração da segunda feira (15), às 21h. Encerram a festa de Nossa Senhora do Carmo, dia 16, o padre cantor Damião Silva (19h) e Irah Caldeira (21h).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias