ARQUIPÉLAGO

Saiba como chegar em Fernando de Noronha

O JC separou algumas informações para quem quer visitar o arquipélago

JC Online
JC Online
Publicado em 23/08/2019 às 7:05
Foto: EBC
O JC separou algumas informações para quem quer visitar o arquipélago - FOTO: Foto: EBC
Leitura:

Considerado Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Arquipélago de Fernando de Noronha, que pertence ao território de Pernambuco desde 1988 e está localizado a 545 quilômetros da costa pernambucana, é um destino desejado por milhares de pessoas. As 21 ilhas exuberantes que compõem o arquipélago são um atrativo para os turistas e também para os moradores. 

Para quem está planejando viajar para Fernando de Noronha, é bom estar atento às formas de acesso. O Jornal do Commercio preparou o roteiro para chegar ao arquipélago. 

Avião 

Uma das formas de chegar a Fernando de Noronha é por meio do transporte aéreo. Existem voos diários saindo do Recife e de Natal, no Rio Grande do Norte. Da capital pernambucana, o percurso dura em média 1 hora. Já de Natal, a média é de 1h20.

Do Recife, os voos diários são realizados pela Azul Linhas Aéreas e pela GOL Linhas Aéreas. Em consulta realizada no dia 22 de agosto, os preços das passagens (ida e volta) para um período de cinco dias em janeiro de 2020 (20 a 25) variavam entre R$ 1.469 e R$ 2.273. 

Saindo de Natal, a única companhia aérea que leva ao arquipélago é a Azul. Na consulta realizada também no dia 22 de agosto, o preço da passagem, para o mesmo período, era de R$ 3.037.

Cruzeiros 

Também é possível chegar ao arquipélago em cruzeiros que são realizados, anualmente, de outubro a fevereiro. Várias agências disponibilizam o serviço. Uma delas é a CVC. Durante consulta realizada no dia 22 de agosto, o preço da passagem + hotel no período de 23 de setembro a 27 de setembro de 2019, saindo de Belo Horizonte, por exemplo, era de R$ 2.497. Há também cruzeiros partindo de várias cidades brasileiras.

Taxas 

Para permanecer no arquipélago, o turista deve pagar, por dia, uma taxa de preservação ambiental cobrada pelo Governo de Pernambuco. O valor referente a um dia de permanência é de R$ 73,52. Dois dias, são cobrados R$ 147,04. No site, é possível conferir os valores para permanência de até 30 dias e está disponível o formulário de pagamento, que pode ser realizado pela internet. 

Já pelo Governo Federal, é cobrada uma taxa de R$ 212 para estrangeiros e R$ 106 para brasileiros. O valor se refere ao ingresso do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, que inclui várias praias, dentre elas a Praia do Sancho, e é válido por 10 dias. O ingresso pode ser adquirido pelo site

Locomoção

O arquipélago tem extensão de 26 km², por isso é inevitável se locomover bastante a pé. No entanto, há a opção de aluguéis de carro, buggy e também andar de transporte coletivo. O preço médio da gasolina é de R$ 7/ litro. Já o ônibus custa R$ 5.

Últimas notícias