zona sul

Menos barulho na queima de fogos do réveillon do Recife

Ideia é minimizar danos aos animais

Elton Ponce
Elton Ponce
Publicado em 19/12/2019 às 10:19
Notícia
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Ideia é minimizar danos aos animais - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Mais fogos vão garantir a beleza da virada do réveillon do Recife. Serão 21 toneladas de explosivos, três a mais em relação a 2018, num espetáculo que deve durar 15 minutos. A novidade é que além de desenhos gráficos, os fogos vão estampar uma mensagem. Também serão menos barulhentos.

"A gente sempre procurou minimizar os ruídos e os efeitos sonoros dos fogos durante a festa na orla de Boa Viagem. A Prefeitura do Recife tem uma preocupação com o meio ambiente, com a proteção dos animais. Segue todas as regras do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Capitania dos Portos", destaca a secretária Municipal de Turismo, Ana Paula Vilaça.

Leia mais: Cadela morre abraçada ao dono após ataque cardíaco causado por fogos

Os fogos estarão distribuídos em três balsas, dentro do mar, distantes 400 metros da praia e posicionadas no Acaiaca, Segundo Jardim e Pina. "Diferente de outras cidades, onde os fogos estão junto de prédios, no Recife sai das balsas. Causa um menor barulho, mas na hora da explosão sempre há ruído por causa da pólvora. Mas os fogos têm mais efeito visual e não de tiro, de estampido", afirma Ana Paula Vilaça.

Ela diz, portanto, que não procede a informação de que os fogos do Recife não terão barulho.

Recomendação do MPPE

O Ministério Público de Pernambuco, através da 12ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital,  expediu recomendação com atuação na proteção do Meio Ambiente e do Patrimônio Histórico-Cultural, com o intuito de "preservar a saúde física e psicoemocional dos animais". Segundo o texto, tramita na Promotoria uma Notícia de Fato por meio da qual se apura a agressão física e psicológica aos animais provocada pela queima de fogos de artifícios com estampido, sujeitando-os a experiência capaz de causar sofrimento físico-emocional.

“Cabe ao Poder Público a incumbência de proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção das espécies ou submetam os animais a crueldade, a fim de assegurar assegurar a efetividade do direito fundamental do Meio Ambiente ecologicamente equilibrado”, destacou o promotor de Justiça Ricardo Coelho, no texto da recomendação.

Confira as atrações do Réveillon 2020:

ACAIACA

19h - Cascabulho
20h40 - Lia de Itamaracá
22h - Maestro Spok, com participação de Nena Queiroga, André Rio, Gerlane Lops, Almir Rouche, Bia Villa Chan e Beto Hortis
0h15 - Gaby Amarantos?
2h - Maestro Forró com participação de Edilza Aires, Cristina Amaral, Nádia Maia, Marron Brasileiro, Ed Carlos e Geraldinho Lins

PINA

20h - Serginho Zuada e Banda Swing Novo
21h20 - Eduarda Alves
22h40 - Michelle Melo
0h15 - Musa
2h - Belo Xis com participação de Luiza Pérola, Gracinha do Samba, Maria Pagodinho, Leno Simpatia e Wellington do Pandeiro

LAGOA DO ARAÇÁ

19h - Karametade
20h30 - Amigas
22h - Amigos Sertanejos com Dino Braia
0h20 - Dudu do Acordeon

VÁRZEA

20h - Banda Sedutora
21h20 - Elvis
22h40 - Sheldon Ferrer
0h20 - Amigas do Brega

IBURA

19h - Apolo Gomes, Alcione Nascimento, Luciana Gomes e Fabiana Bulhões
21h20 - Banda Mandagaroba
22h40 - Banda Sedutora
0h20 - Cybelle do Cavaco
1h40 - Banda Lapada

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias