FEMINICÍDIO

Veja mensagem que suspeito de matar companheira no Recife enviou para o pai da vítima

Velório da fotógrafa aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), no bairro do Prado, Zona Oeste do Recife

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 10/02/2020 às 12:40
Notícia
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
FOTO: Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Leitura:

O velório da fotógrafa Leandra Jennyfer da Silva, 22 anos, realizado na manhã desta segunda-feira (10), foi marcado não apenas pela dor dos amigos e familiares. Ela foi assassinada na madrugada do último domingo (9) e o suspeito do crime, o empresário Raphael Cordeiro Lopes, 32 anos, companheiro da vítima, enviou uma mensagem para o pai da vítima, por volta das 8h30, aumentando ainda mais a revolta das pessoas.

>> Ciara Carvalho: Arma dentro de casa encoraja feminicídio

A cerimônia foi realizada em um galpão, próximo à casa da família, no bairro do Prado, na Zona Oeste do Recife. Bastante emocionada, a mãe passou a maior parte do tempo ao lado do caixão da filha. Na mensagem, Raphael disse "estar arrependido do que fez" e que não espera ser perdoado. Ele pediu ainda que a avó cuidasse do neto, um bebê de um ano e meio, filho do casal.

“Você acabou com minha vida, Rafinha, e a de Jane. Você nem deixou minha filha criar o teu próprio filho”, desabafou. “Tu ainda fica online, tentando falar com a gente. Tu quer o que da gente? Tu é sacana”, respondeu o pai.

O empresário está foragido e o caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Velório de Leandra foi marcado por dor e revolta - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Velório de Leandra foi marcado por dor e revolta - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Velório de Leandra foi marcado por dor e revolta - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Velório de Leandra foi marcado por dor e revolta - Foto: Wellington Lima/JC Imagem

Relacionamento conturbado

Segundo os pais de Leandra, o relacionamento nunca foi aprovado pela família dela. Eles revelaram também que o casamento era conturbado e marcado por brigas motivadas por ciúmes. De acordo com amigos de Raphael, ele sempre teve fama de agressivo.

Relembre o caso

Leandra Jennyfer da Silva e Raphael Cordeiro Lopes haviam voltado de uma prévia de Carnaval, que aconteceu em Olinda, no Grande Recife e iniciaram uma briga ao chegar em casa, na madrugada do domingo. Após agressões físicas, o homem disparou contra a companheira. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os dois eram casados há quatro anos e tinham um filho de um ano e meio. Leandra também tinha um filho de um relacionamento anterior, de seis anos de idade.

Projeto Uma Por Uma

Existe uma história para contar por trás de cada homicídio de mulher, em Pernambuco. O especial Uma Por Uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou onde as mataram, as motivações dos crimes, acompanhou as investigações e cobrou a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis das vítomas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias