solidariedade

Galo da Madrugada destinará parte da renda arrecadada para instituições sociais

R$ 1,00 de cada camisa vendida será doada para o GAC-PE e APAF

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 20/11/2019 às 11:29
Notícia
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

A fim de expandir suas ações de responsabilidade social, em 2020 o Galo da Madrugada vai destinar parte do valor arrecadado com a venda das camisas oficiais para instituições sociais. A camisa cada camisa vendida, a R$ 30, o valor de R$ 1,00 será direcionado para o fundo de doações. À frente da Diretoria de Ações Sociais do bloco está o Coronel José Lopes. Os detalhes sobre o Galo foram divulgados nesta quarta-feira (20). 

GAC-PE

O Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer em Pernambuco (GAC-PE), uma das instituições que receberá parte do valor da camisa, também se unirá ao Galo da Madrugada para promover uma ação social dentro do próximo desfile, em 2020. 

Com o objetivo de instituir as pessoas quanto aos sinais e sintomas do câncer infantil, a Dra Vera Morais, à frente do GAC-PE, realizará um ciclo de palestras com a temática “Fique Atento: Pode ser Câncer!” na sede do Galo para os moradores do entorno.

A Orquestra Mirim Galo da Madrugada também participará do baile infantil de carnaval do GAC-PE, em fevereiro de 2020. A festa reúne pacientes atentidos e voluntários da instituição.

“O encontro entre o GAC-PE e o Galo da Madrugada nos traz uma imensa alegria. Concretiza o reconhecimento pelo nosso trabalho e, principalmente, o respeito à nossa causa”, destaca a oncologista pediatra e presidente do Grupo, Vera Morais.

APAF

Em 2020, o Galo da Madrugada renova a parceria solidária com a Associação Pernambucana de Apoio aos Doentes de Fígado (APAF), presidida por Luiz Augusto Correia de Araújo. As instituições passam a atuar em iniciativas de apoio com o objetivo de disseminar a imagem da APAF diante da sociedade e de arrecadar fundos para a instituição. O bloco fará o repasse de R$ 1,00 a cada camisa oficial vendida.

 “A parceria com o Galo da Madrugada é um importante passo para a APAF, dentro do nosso projeto de maior divulgação da instituição para a sociedade civil e empresarial, bem como das ações de conscientização para campanhas sobre a importância de cuidados com o fígado e transplante do órgão. Estamos realmente muito animados”, pontua Cláudio Lacerda, cirurgião e hepatologista à frente da UTF/HUOC e presidente emérito da APAF.

Hemope

No dia 15 de fevereiro de 2020, o “Galo Sangue Bom” entrará em cena pelo terceiro ano consecutivo, com a promoção de um mutirão de doações de sangue para a Fundação Hemope. A ação, que reunirá mais de 200 diretores da agremiação, passistas e orquestra de frevo, tem como propósito mobilizar a população em prol das doações, uma semana antes do Carnaval.

Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
A arte é fruto do entalhe na madeira que caracteriza o trabalho de J. Borges - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
A camisa oficial do bloco é assinada pelo xilogravurista J. Borges - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
A arte é fruto do entalhe na madeira que caracteriza o trabalho de J. Borges - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
A camisa oficial do bloco é assinada pelo xilogravurista J. Borges - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Carros alegóricos

No desfile de 2020 do Galo da Madrugada, seis carros alegóricos percorrem todo o trajeto do bloco enquanto revelam a história da Xilogravura e da Literatura de Cordel em Pernambuco. O desenho dos carros tem a assinatura de cenógrafo Ary Nóbrega, responsável há mais de 20 anos por essa missão. Os detalhes foram divulgados na manhã desta quarta-feira (20), em coletiva de imprensa do bloco.

Ao som dos clarins e trombetas que anunciam o início do desfile, virá o carro “Xilogravura e Cordéis”. O “Abre Alas” vem em seguida, destacando o galo de cinco metros e seus foliões. O “Feira de Cordel” representará o deslocamento dos cordelistas na divulgação de sua arte. “A Passarada” retrata a flora e a fauna do Sertão que inspira os cordelistas e xilogravuristas. “Sertanejo” representa a migração do povo do Sertão e “O Monstro do Serão” narra a difícil luta do povo que vive sob um sol causticante.

Camisa oficial

Pássaros, mandacarus e o céu estrelado do Sertão se unem aos foliões e um altivo e colorido Galo da Madrugada na nova camisa do maior bloco do mundo. Assinada pela maior figura da xilogravura pernambucana, J. Borges, natural de Bezerros, o traje de 2020 foi apresentado na manhã desta quarta-feira (20) pelo presidente da agremiação, Rômulo Meneses.

A arte é fruto do entalhe na madeira que caracteriza o trabalho de J. Borges, e vem reforçar a identidade visual do desfile. As camisas, que vão do tamanho infantil (a partir de 4 anos), até o tamanho adulto (XG), serão vendidas a partir da próxima semana, na sede do Galo da Madrugada, na rua da Concórdia, no bairro de São José, ou nas lojas Narciso Enxovais, a R$ 30. 

Álbum digital

A 94 dias do Carnaval 2020, o maior bloco do mundo trouxe modernização ao seu 43º desfile. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (20), Galo da Madrugada anunciou o lançamento de um álbum digital com oito faixas musicais produzidas e interpretadas por grandes nomes da música pernambucana como J Michiles, Nena Queiroga, Almir Rouche, André Rio, Bia Villa-Chan, Gustavo Travassos, Quinteto Violado e Som da Terra, e já podem ser ouvidas através das plataformas digitais Spotify, Deezer, Itunes e Google Play.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias