Bloco

Bacalhau do Batata leva diversos foliões às ladeiras de Olinda para se despedir do Carnaval 2020

Criado há 58 anos, o bloco é uma tradição da Quarta-Feira de Cinzas

Mayra Cavalcanti
Mayra Cavalcanti
Publicado em 26/02/2020 às 11:33
Notícia
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

Há 25 anos o garçom José Felipe de Lima cumpre o mesmo ritual na Quarta-Feira de Cinzas. Faça sol ou faça chuva ele se veste de paletó preto e equilibra uma bandeja cheia de comes e bebes em meio aos foliões do Bacalhau do Batata, na Cidade Alta de Olinda. Nesta quarta (26) pela manhã não foi diferente. “É a minha homenagem a Isaías, ele morreu em 1993 e todo ano estou aqui brincando no bloco”, declara José Felipe.

Isaías Ferreira da Silva, para quem não sabe, é o homem que fundou o bacalhau, em 1962. Mais conhecido como Batata, ele era garçom e criou o bloco para brincar na folia, no único dia de folga do trabalho. Aos 58 anos, o Bacalhau do Batata continua atraindo veteranos como José Felipe, morador de Olinda, e estreantes como Adriese Castro, paisagista de São Paulo. “Todo mundo fala que o bloco é imperdível, vim conferir”, diz Adriese.

Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Tradicional bloco Bacalhau do Batata arrastou uma multidão para as ladeiras de Olinda nesta quarta - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foliões mirins também estiveram presentes na despedida do Carnaval 2020 - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Alguns foliões enfrentaram o calor e se fantasiaram - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
O bloco foi criado em 1962 pelo garçom Isaías Ferreira da Silva - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Houve também o alerta para o coronavírus - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Os bonecos gigantes marcaram presença no Bacalhau do Batata - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem
O estandarte foi decorado com bacalhau, batata, cenoura, cebola, tomate e outros temperos - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem

>> Tem muitas opções de folia na Quarta-feira de Cinzas

>> Arrastão do Frevo marca encerramento do Carnaval do Recife 2020

Ela brincou o Carnaval em Olinda (deu uma passada no Bairro do Recife) e disse que fez muitas fotos do Sítio Histórico para guardar de lembrança. “A paisagem da cidade é fantástica, vou levar fotos para me inspirar, mas nunca farei nada igual”, declara a foliã. A olindense Conceição Tenório brinca no Bacalhau do Batata todos os anos e nesta quarta-feira aproveitou para fazer fotos junto do estandarte, na Rua do Bonfim.

“Nunca tinha chegado tão perto do estandarte, aproveitei e fiz a foto, é uma lembrança boa do Bacalhau”, afirma Conceição. “Brinquei em tudo que é bloco de Olinda e hoje (26/02)) ainda vou ao Segura a Coisa e para O Coveiro, em Guadalupe”, ressalta. Enquanto isso, o promotor de eventos Augusto Neves, residente em Olinda, fez sua despedida do Carnaval no Bacalhau do Batata

>> Confira as vias que terão o trânsito liberado nesta Quarta-feira de Cinzas no Recife e em Olinda

>> Veja o que abre e o que fecha na Quarta-Feira de Cinzas (26) de Carnaval no Grande Recife

Fantasias

Depois de descer o Alto da Sé e a Ladeira da Sé, seguir pela Rua do Bonfim, pelos Quatro Cantos, Ribeira e Rua de São Bento, ao som de orquestra de frevo, Augusto Neves encerrou a festa. “Amanhã (27/02) volto ao cotidiano, o Carnaval foi lindo, tranquilo e na paz”, afirma o promotor de eventos. A família de Batata mantém o desfile do bloco desde que ele faleceu.

Foliões fantasiados de palhaços, bruxas, passistas de frevo e mascarados acompanharam o bloco com seu estandarte peculiar, recheado com uma peça de bacalhau e seus temperos: batata, cenoura, cebola, tomate, pimentão, coentro, cebolinho, coco seco e vinagre. Delícia! Agora é esperar 2021 chegar. Anote na agenda, no ano que vem o Bacalhau do Batata vai desfilar em 17 de fevereiro.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias