Transporte

Terceirizados do Metrô realizam protesto nesta segunda-feira

Manifestação é dos funcionários da empresa BBC Vigilância e Serviços, que é responsável pela bilheteria, limpeza e segurança das 29 estações do Metrorec

Do JC Trânsito
Do JC Trânsito
Publicado em 07/12/2015 às 7:41
Foto: Mariana Campello/JC Trânsito
Manifestação é dos funcionários da empresa BBC Vigilância e Serviços, que é responsável pela bilheteria, limpeza e segurança das 29 estações do Metrorec - FOTO: Foto: Mariana Campello/JC Trânsito
Leitura:

Trabalhadores terceirizados do Metrô do Recife realizam um protesto na manhã desta segunda-feira (7) na Estação Central, no Bairro de São José, Centro da cidade. A manifestação é dos funcionários da empresa BBC Vigilância e Serviços, que é responsável pela bilheteria, limpeza e segurança das 29 estações do Metrorec. 

Os trabalhadores reivindicam o pagamento de salários atrasados e benefícios como férias, tíquete alimentação e vale transporte. A CBTU, órgão gestor da modalidade de transporte, garante que as estações vão abrir normalmente, apesar do apoio do Sindicato dos Metroviários ao protesto.

Ao JC Trânsito, a assessoria de comunicação da CBTU/Metrorec informou que os atrasos nos salários acontecem por causa do impasse em torno do orçamento da União para o ano de 2016, que precisou ser aprovado com déficit, em votação no plenário da Câmara de Deputados, em Brasília, na última quarta-feira (2).  

É preciso que todo o processo no Congresso seja terminado para que, depois da emissão dos decretos presidenciais, o dinheiro seja repassado para o Metrorec fazer o pagamento às empresas terceirizadas. 

No caso específico da BBC Vigilância e Serviços, o Metrorec informa também que a empresa está com pendência relativas à emissão de certidões negativas de questões trabalhistas.O pagamento não pode ser repassado à empresa até que essas pendências sejam resolvidas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias