Manifestação

Motoristas de aplicativo pedem mais segurança em protesto nesta segunda

Os motoristas vão seguir até o Palácio do Campo das Princesas

Mayra Cavalcanti
Mayra Cavalcanti
Publicado em 21/01/2019 às 10:34
Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
FOTO: Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
Leitura:

Motoristas de aplicativos de transporte individual realizaram, na manhã desta segunda-feira (21), uma manifestação pedindo mais segurança. Eles se concentraram em frente ao Classic Hall, no bairro de Salgadinho, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), de onde saíram em carreata com destino ao Palácio do Campo das Princesas, que fica no bairro de Santo Antônio, na área Central do Recife. O protesto foi encerrado por volta das 14h, após reunião de um representante da categoria com o Governo do Estado. 

Motoristas pedem segurança

Segundo a organização do ato, apenas este ano, quatro motoristas de aplicativo foram assassinados e, em dezembro do ano passado, 40 foram assaltados enquanto estavam em serviço. "Vinte e um dias do ano e já foram quatro que morreram. A gente vai para o Palácio, e vai apresentar a pauta sobre segurança. Temos outros itens, mas a prioridade é segurança", afirma o motorista José Francisco.

Os motoristas se concentraram em frente ao Classic Hall e seguiram pela Avenida Cruz Cabugá, realizando uma parada em frente  à Câmara dos Vereadores. Durante o protesto, os manifestantes entregaram um ofício com as reivindicações à empresa Uber, que informou que encaminhará as demandas aos setores responsáveis. Os motoristas chegaram a ficar em frente ao Palácio do Campo das Princesas, protestando pacificamente.

Reunião no Palácio

Os motoristas foram recebidos pelo Gerente Geral de Articulação Integração Institucional e Comunitária da Secretaria de Defesa Social, Cláudio Borba, e pelo Coronel Moraes, da Casa Militar. Durante a reunião, foram entregues quatro demandas aos representantes do Governo. Um delas trata da solicitação de uma reunião entre os motoristas, as empresas de transporte por aplicativo e representantes do Estado. O prazo estipulado pelos manifestantes para que o encontro aconteça é de 10 dias.

Após a reunião, um grupo de representantes seguiu para a sede da 99 POP para entregar as reivindicações. Tanto nela, quanto na Uber, o prazo para um posicionamento à respeito das reivindicações é de 10 dias.

Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
- Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
- Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
- Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL
- Foto: EZEQUIEL QUIRINO/TV JORNAL

Acompanhe pelo Twitter

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias