Cobrança

'Vamos exigir que o governo federal cumpra a sua obrigação', diz Paulo Câmara sobre acidente no metrô do Recife

Incidente ocorreu na linha Centro do modal e deixou cerca de 60 pessoas feridas nessa terça-feira (18)

Renata Monteiro e Mirella Araújo
Renata Monteiro e Mirella Araújo
Publicado em 18/02/2020 às 13:48
Notícia
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Metroviários argumentam que os problemas no sistema de sinalização são comuns e nada é feito para resolver o problema - FOTO: Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

O governador Paulo Câmara (PSB) afirmou, na manhã desta terça-feira (18), após participar de uma assembleia na Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), que vai procurar o novo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PSDB-RN), ainda na tarde desta terça para cobrar um posicionamento da União sobre o acidente ocorrido pela manhã no metrô do Recife. A gestão do metrô pernambucano é feito pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), uma empresa federal. A colisão entre dois trens foi registrada na estação Ipiranga da linha Centro do modal e deixou aproximadamente 60 pessoas feridas.

"Vou oficiar o ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) solicitando providências urgentes (sobre o acidente). A gente vê claramente a necessidade de manutenção mais adequada e de uma profissionalização da gestão do metrô aqui no Recife. A gente não pode trabalhar com improviso numa ação e num transporte que envolve tantas pessoas. Estamos fazendo um investimento e uma busca muito grandes para melhorar o serviço de ônibus, que é de responsabilidade do Estado, e vamos exigir que o governo federal também cumpra a sua obrigação em relação ao metrô, porque esse é um tema que também envolve mais de um milhão de pessoas diariamente que circulam de ônibus e metrô e precisam ter um tratamento digno por parte dos governantes", afirmou o governador, lembrando que o Procon e a procuradoria do Estado foram autorizados a investigar o caso.

>> Tudo que se sabe sobre o acidente que deixou pelo menos 60 feridos no metrô do Recife

>> Colisão entre dois trens causa pânico e deixa feridos na linha Centro do metrô do Recife

>> As imagens da colisão entre trens do metrô do Recife

>> Nunca antes na história do Metrô do Recife

Secretaria cobra esclarecimentos da CBTU

Por meio do Procon-PE, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) notificou a CBTU ainda na manhã desta terça-feira (18) para que a companhia preste esclarecimentos, no prazo de 24 horas, sobre as constantes falhas no serviço oferecido à população. Um processo administrativo também foi instaurado. 

De acordo com SJDH, entre os pontos do processo instaurado são exigidas explicações e soluções para as paralisações do transporte metroviário, condições de uso do maquinário, necessidade de manutenção do maquinário, condições de segurança, ineficiência do serviço e planejamento de ações adotadas para melhoria do transporte e da segurança dos usuários.

Ainda segundo a secretaria, no dia 27 de fevereiro será realizada uma audiência pública na Praça do Arsenal, no Bairro do Recife, às 9h, para discutir a situação e necessidade de uma atuação conjunta com todos os órgãos interessados.

O ACIDENTE

Um trem que estava parado na estação Ipiranga, na Zona Oeste do Recife, foi atingido por outro, que vinha de Jaboatão dos Guararapes, no início da manhã desta terça. Segundo passageiros, a colisão ocasionou a queda de muitos deles e várias pessoas ficaram feridas. O incidente também causou pânico em quem estava nas composições.

Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Estação Ipiranga, onde aconteceu o acidente que deixou mais de 60 feridos nesta terça-feira (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça-feira (18) - Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
- Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
- Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
- Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
- Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A colisão entre dois trens do Metrô do Recife aconteceu na manhã desta terça (18) - Foto: Wellington Lima/JC Imagem
 

As vítimas foram encaminhadas para a UPA da Imbiribeira (26), UPA da Caxangá (14), Hospital da Restauração (8), UPA do Curado (5), UPA do Ibura (7), Policlínica Agamenon Magalhães (duas pelo Samu e quatro por demanda espontânea) e duas para hospitais particulares. Deles, cerca de 21 pessoas já receberam alta. A professora Joseana de Oliveira, de 51 anos, estava dentro do trem que seguia de Jaboatão para Recife no momento da colisão. Assustada, ela conta que a composição estava lotada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias