TJPE

TJPE realiza 325 julgamentos durante a 1ª Quinzena Estadual do Júri

Penas dadas somam um total de 2.140 anos, sete meses e 18 dias de prisão

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 05/09/2014 às 11:25
Leitura:

Durante a 1ª Quinzena Estadual do Júri de Pernambuco, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) julgou 325 processos de crimes dolosos contra a vida. Entre os dias 12 a 22 de agosto, 172 réus foram condenados e outros 180 absolvidos. As penas somadas resultam num total de 2.140 anos, sete meses e 18 dias de prisão.

De acordo com o coordenador da Quinzena Estadual do Júri e gestor das metas do TJPE, desembargador Alexandre Assunção, o resultado foi um sucesso. “No ano passado, a média foi de 182 júris por mês, enquanto que, só na Quinzena Estadual do Júri, foram 325 julgamentos. Ou seja, quase dobramos o valor médio mensal de 2013 em um espaço de tempo bem menor, e isto é muito relevante”.

O mutirão envolveu varas privativas do Júri, varas únicas e varas criminais  do Judiciário estadual, com a colaboração de outras instituições. O Tribunal de Justiça de Pernambuco tinha, com a ação, o objetivo de cumprir a Meta 4 ENASP/CNJ para 2014, que estipula o julgamento, até o mês de outubro deste ano, de 80% dos processos que foram distribuídos no 1º Grau até 31 de dezembro de 2010. O TJPE está em primeiro lugar entre os tribunais estaduais no ranking de números absolutos da Meta 4 ENASP/CNJ, com 1.738 júris penais realizados.

A 1ª Quinzena Estadual do Júri de Pernambuco é um desdobramento da Semana Nacional do Júri, que foi organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e realizada de 17 a 21 de março de 2014.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias