Outubro Rosa

Atividade física é arma para diminuir risco de câncer de mama

Evento em Boa Viagem destacou a importância de fazer exercícios

Da Editoria de Cidades
Da Editoria de Cidades
Publicado em 17/10/2016 às 12:30
Guga Matos/JC Imagem
Evento em Boa Viagem destacou a importância de fazer exercícios - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Praticar exercícios físicos regularmente reduz entre 30% e 35% os riscos de desenvolver câncer de mama. Está comprovado cientificamente que o sedentarismo é um dos fatores de risco para a doença. Esse foi o mote da ação realizada NO DOMINGO (16) em Boa Viagem, dentro da programação do Outubro Rosa 2016, pelo Núcleo Especializado em Oncologia e Hematologia (NEOH), em parceria com a Genomika (laboratório de genética), a Martur (agência de turismo) e a Prefeitura do Recife. A ação “Mova-se Contra o Câncer” começou às 7h no Segundo Jardim e se estendeu até as 16h.

Duas arenas foram instaladas no local para promover atividades esportivas, SPA, palestras, ação social, música, alimentação saudável e exames, com programação gratuita. A academia Cia Athletica comandou a programação esportiva com atividades de dança, jump, spinning e yoga. “Está comprovado cientificamente que fazer de três a cinco horas de exercício físico por semana diminui em até 35% as chances de desenvolver câncer. Pode ser caminhada, pilates, academia ou qualquer outro exercício”, alerta a oncologista Bárbara Lafayette.

A médica explica que apenas 15% dos casos de câncer de mama são de predisposição genética. “Os 85% restantes não são hereditários, por isso a necessidade de toda mulher fazer prevenção. Mas quem tem fator genético precisa ter cuidado redobrado porque a chance de desenvolver a doença é de 70%, enquanto no restante da população feminina esse índice é de 12%”, compara Bárbara.

O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura. Por isso a necessidade de realizar anualmente ou até a cada dois anos exames como mamografia e ultra-sonografia das mamas. Durante o evento “Mova-se Contra o Câncer” em Boa Viagem, uma Unidade Móvel de Mamografia Digital da Prefeitura do Recife ficou à disposição das mulheres para a realização de 80 exames ao longo do dia.

O público-alvo foram mulheres com idade entre 50 e 69 anos. Os resultados dos exames realizado pelo caminhão batizado de “Amigo do Peito” serão entregues no prazo de um mês, na clínica Nossa Senhora do Carmo, no bairro da Madalena. “O Amigo do Peito já circula pelos bairro há cinco anos e neste mês do Outubro Rosa disponibilizamos três unidades para circular nas comunidades ao invés de uma”, diz a coordenadora de Saúde da Mulher da PCR, Karla Viana.

O domingo também foi do Outubro Rosa no Parque da Jaqueira (na Zona Norte do Recife). A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife (SMAS) e Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Pernambuco (SBM-PE) ofereceram 50 consultas no mamógrafo da entidade. A programação também teve caminhada, apresentação de poetisas e palestra com profissionais de saúde.

PROGRAMAÇÃO

A programação do Outubro Rosa segue no próximo dia 24 com uma roda de debates no RioMar Shopping. As convidadas são a cantora Nena Queiroga, a jornalista Mirella Martins (do Social 1), a bailarina Fátima Freitas, a blogueira Carol Pessoa de Melo e a médica Jurema Telles. O Outubro Rosa é celebrado anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover conscientização sobre a doença, proporcionar acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias