fuga em massa

Agentes descobrem túnel no Complexo Prisional Aníbal Bruno

O buraco já tinha sistema de ventilação e iluminação

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 22/05/2012 às 18:39
Foto: Seres/Divulgação
FOTO: Foto: Seres/Divulgação
Leitura:

A Secretaria de Ressocialização (Seres) descobriu, nesta terça-feira (22), um túnel de oito metros de extensão e dois de profundidade no Presídio Frei Damião de Bozzano, que faz parte do Complexo Prisional Aníbal Bruno, na Zona Oeste do Recife. O buraco foi descoberto durante uma revista de rotina na unidade prisional.

Foto: Seres/Divulgação
Agentes descobrem túnel no Aníbal Bruno - Foto: Seres/Divulgação
Foto: Seres/Divulgação
Areia ficou acumulada entre o teto e a cela - Foto: Seres/Divulgação
Foto: Seres/Divulgação
Agente inspeciona o túnel - Foto: Seres/Divulgação
Foto: Seres/Divulgação
Buraco era tapado com panos - Foto: Seres/Divulgação
Foto: Seres/Divulgação
Detalhe do local por onde sairíam os bandidos - Foto: Seres/Divulgação

 

O túnel, que começou a ser cavado a partir de uma cela na pavilhão R, fazia parte de um plano de fuga. Os quatro detentos que estavam nessa cela já foram transferidos para outras unidades prisionais. O buraco que seria utilizado para a fuga já tinha iluminação e sistema de ventilação.

REFORMA - Por causa do plano de fuga, a Seres interditou o pavilhão R, que passará 15 dias de reforma. Nesse período, os cerca de 160 presos que abrigados no local ficarão alojados na Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, no Presídio de Igarassu e no Presídio Marcelo Francisco de Araújo, este último lá mesmo no Complexo Aníbal Bruno.

Últimas notícias