Internos

Socioeducando é morto durante tumulto na Funase do Cabo

Alguns internos conseguiram fugir durante tumulto nesta tarde

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 08/04/2016 às 19:03
Foto: Divulgação/ Funase
Alguns internos conseguiram fugir durante tumulto nesta tarde - FOTO: Foto: Divulgação/ Funase
Leitura:

Um socioeducando de 18 anos morreu durante tumulto na unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), na tarde desta sexta-feira (8). O interno identificado como R.R.S.J. foi assassinado com uma faca artesanal, de acordo com a assessoria da Funase. A assessoria confirmou também que alguns internos conseguiram fugir durante o tumulto, mas o número exato deverá ser divulgado apenas no sábado (9).

No pavilhão de número 3, os jovens atearam fogo em colchões e destruíram móveis da unidade. Um outro interno se feriu levemente com um vaso que quebrou durante o tumulto, e recebeu atendimento médico no local.

A confusão no pavilhão de número 3 foi controlada pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar por volta das 17h. O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. Ainda segundo a Funase, 10 socioeducandos foram identificados responsáveis pelo tumulto e encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Recife, onde serão ouvidos.

As investigações do caso ficarão a cargo da Polícia Civil, mas a Corregedoria da Funase também abrirá uma sindicância para apurar os fatos e responsabilidades do ocorrido. A unidade tem capacidade para abrigar 166 jovens do sexo masculino, mas atualmente está 356 internos.

Últimas notícias