INVESTIGAÇÃO

Pai sacou R$ 400 mil antes de desaparecer com filha em Olinda

Janderson Rodrigo Salgado de Alencar deveria ter devolvido a menina de 1 ano para a mãe no último domingo (10)

JC Online
JC Online
Publicado em 15/07/2016 às 10:41
Foto: Reprodução/TV Globo
Janderson Rodrigo Salgado de Alencar deveria ter devolvido a menina de 1 ano para a mãe no último domingo (10) - FOTO: Foto: Reprodução/TV Globo
Leitura:

O pai que desapareceu com a filha de 1 ano e 9 meses em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), pode ter premeditado uma fuga. De acordo com o delegado Ademir Oliveira, responsável pela investigação do caso, Janderson Rodrigo Salgado de Alencar, 29, teria sacado uma quantia de R$ 400 mil reais no início do mês.

"Há uma informação de que ele recentemente, agora no início do mês, retirou uma quantia de aproximadamente R$ 400 mil e isso facilita muito a mobilidade dele", explicou. Ainda segundo o delegado, a fato de ter retirado um valor grande de dinheiro faz com que o homem não precise realizar saques por um tempo, o que podia ajudar ajudar a polícia a localizá-lo através das movimentações financeiras.

Janderson Rodrigo descumpriu uma ordem judicial ao não ter devolvido a filha Julia Cavalcanti Alencar para a mãe no último domingo (10). Na quarta-feira (13), a mãe da criança, Cláudia Rogéria Cavalcanti, conseguiu na Justiça um mandado de busca e apreensão itinerante.

Ainda não há pista de para onde o pai pode ter ido com a criança, mas a polícia está ouvindo pessoas ligadas ao homem para tentar descobrir. "Estamos ouvindo pessoas ligadas a ele e que estiveram com ele no dia que antecedeu o desaparecimento, disse o delegado.

O fim de semana em que sumiu com Julia teria sido o segundo de Janderson com a criança após determinação judicial.  A advogada da mãe da menina, Suelene Sá Almeida, informou que existe uma medida protetiva contra ele por agressão em relação a mulher.

Quem tiver qualquer informação sobre o desaparecimento pode entrar em contato com os familiares pelos telefones: (81) 9.9752.9191 e (81) 9.9977.2143.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias