INVESTIGAÇÃO

Avó de criança levada pelo pai em Olinda presta depoimento

Bastante abalada, a mulher contou que tenta falar com o suspeito desde o dia em que ele desapareceu, mas os celulares estão desligados e as redes sociais foram desativadas

JC Online
JC Online
Publicado em 18/07/2016 às 12:28
Foto: Divulgação
Bastante abalada, a mulher contou que tenta falar com o suspeito desde o dia em que ele desapareceu, mas os celulares estão desligados e as redes sociais foram desativadas - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

A menina de 1 ano e 9 meses levada pelo pai em Olinda, no Grande Recife, segue desaparecida há mais de uma semana. Nesta segunda-feira (18), a mãe de Janderson Rodrigo Salgado de Alencar, 29, foi ouvida no Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), na Madalena, Zona Oeste do Recife.

O delegado responsável pelo caso, Ademir de Oliveira, conversou com jornalistas durante a manhã, mas não quis gravar entrevista. De acordo com o delegado, a mãe do suspeito disse que está tentando entrar em contato com o filho desde o dia 10 de julho, quando ele desapareceu com a menina Julia Cavalcanti Alencar, mas os celulares estão desligados e as redes sociais foram desativadas. A mulher estava muito abalada e chorou bastante durante o depoimento.

Até o momento, a polícia já ouviu cinco pessoas entre amigos dos pais da bebê e parentes próximos a Júlia. Ninguém teve contato com Janderson desde a data do desaparecimento.

Antes de desaparecer, o homem vendeu todos os imóveis e bens que tinha, arrecadou R$ 400 mil e fechou as contas bancárias. Na quarta-feira (13), a mãe da criança, Cláudia Rogéria Cavalcanti, conseguiu na Justiça um mandado de busca e apreensão itinerante. A Interpol também foi acionada para ajudar na localização de Janderson e da filha.

Quem tiver qualquer informação sobre o desaparecimento pode entrar em contato com os familiares pelos telefones: (81) 9.9752.9191 e (81) 9.9977.2143. Uma página no Facebook e um perfil no Instagram 'Vamos encontrar Júlia' foram criados na última sexta-feira para tentar localizar a menina.

Confira a reportagem da Rádio Jornal.

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias