Violência

Assaltante morre e motorista é baleado em assalto a ônibus em Olinda

Policial estava dentro do ônibus e presenciou tentativa de assalto, atirando em um dos bandidos. Estado de saúde do motorista é grave

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 27/08/2016 às 15:36
Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Policial estava dentro do ônibus e presenciou tentativa de assalto, atirando em um dos bandidos. Estado de saúde do motorista é grave - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 19h03

Um assalto a um ônibus que fazia a linha Rio Doce/CDU terminou com um suspeito morto e o motorista do coletivo gravemente ferido na tarde deste sábado (27). A investida aconteceu na Rua Severino Pereira, no bairro de Salgadinho, em Olinda, bem perto do encontro da via com a Avenida Agamenon Magalhães.

O caso foi registrado pela delegada Gleide Ângelo, que estava de plantão no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a investigadora, dois adolescentes de 17 anos subiram no ônibus nas imediações do Centro de Convenções e prontamente anunciaram o assalto. Um deles rendeu o motorista, Roberto Carlos de Souza, de 53 anos, com uma arma e o outro pulou a catraca para recolher objetos dos passageiros.

"O ônibus estava com todos os bancos ocupados e umas cinco pessoas em pé. Havia um policial no coletivo e quando o assaltante atirou contra o motorista, atingindo-o no pescoço, ele reagiu, atingindo a perna do outro suspeito", explicou a delegada. Depois dos dois disparos iniciais os adolescentes fugiram e o que estava armado ainda atirou mais uma vez contra o ônibus.

Roberto Carlos foi socorrido e encaminhado em estado grave para o Hospital da Restauração (HR). Até a publicação desta matéria, a assessoria de comunicação da unidade não havia atendido às chamadas para repassar maiores detalhes sobre o estado de saúde da vítima.

O adolescente ferido foi identificado como Davi Honorato da Silva e chegou a ser levado para o HR por parentes e vizinhos, mas não resistiu e morreu no hospital. O outro jovem conseguiu fugir.

Gleide Ângelo informou ainda que um fato curioso relacionado ao caso lhe deixou impressionada: os assaltantes cometeram o crime praticamente na porta das suas casas. "O que nos chama a atenção é que o assalto aconteceu quase na frente da casa deles. Quando fugiram, os dois correram para dentro de suas próprias casas. Isso é uma coisa absurda", afirmou.

O policial que baleou o adolescente se apresentou na Delegacia do Varadouro e de lá seguiu para o DHPP. Sua versão dos fatos foi confirmada pelo cobrador do ônibus, com quem a delegada falou no HR. Segundo Gleide - com quem a investigação deve seguir, por ser a titular da Delegacia de Homicídios de Olinda -, a prioridade da polícia no momento é a captura do menor que está foragido.

"Vou solicitar um mandado de busca e apreensão contra o menor. Ano passado ele foi apreendido por porte de arma e é suspeito de cometer um assalto na última quinta-feira. É uma pessoa que não pode estar nas ruas", cravou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias