Caso Itambé

Jovem baleado por PM tem infecção e continua na UTI

Segundo boletim médico, paciente "tem melhora lenta, mas progressiva". Rapaz foi agredido quando participava de um protesto que exigia mais segurança

Ciara Carvalho
Ciara Carvalho
Publicado em 10/04/2017 às 20:01
Vídeo/Reprodução
Segundo boletim médico, paciente "tem melhora lenta, mas progressiva". Rapaz foi agredido quando participava de um protesto que exigia mais segurança - Vídeo/Reprodução
Leitura:

Quase um mês depois de ser atingido por um disparo feito por um policial militar, durante um protesto, em Itambé, o jovem Edvaldo da Silva Alves, 19 anos, ainda permanece internado na UTI do Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista. Edvaldo está com uma infecção na perna, local atingido pelo tiro.

No dia 17 do mês passado, o rapaz participava de uma manifestação na cidade, localizada na Zona da Mata do Estado, quando foi baleado com um tiro de borracha, disparado por ordem de um oficial da PM. O protesto feito pelos moradores exigia mais segurança. A agressão foi gravada e o vídeo viralizou nas redes sociais.

Na nota, divulgada na tarde desta segunda-feira (10), o Hospital Miguel Arraes informa que o paciente apresenta uma "melhora lenta, mas progressiva no quadro respiratório, cada dia precisando menos do suporte mecânico."

Febre

O quadro, no entanto, ainda é preocupante. "Vem apresentando febre, o que representa ainda um quadro não resolvido de infecção. O uso de antibiótico será prorrogado", diz o comunicado. No vídeo, após receber o tiro e com a perna coberta de sangue, o jovem é arrastado pelo chão e ainda agredido pelo oficial da Polícia Militar. Depois, é jogado na carroceria da viatura.

As visitas ao paciente permanecem restritas à família, em horários determinados. De acordo com o hospital, a partir de agora, não haverá mais divulgação de novos boletins médicos para a imprensa. As informações sobre o estado de saúde da vítima serão repassadas apenas aos familiares.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias