INVESTIGAÇÃO

Esquema de fraudes estaria facilitando redução de pena de presos em PE

Segundo o Sindasp-PE, documentos utilizados para dar entrada na redução de pena estariam sendo fraudados. A Seres encaminhou o caso à Polícia Civil

JC Online
JC Online
Publicado em 17/10/2017 às 22:07
Foto: ABr
Segundo o Sindasp-PE, documentos utilizados para dar entrada na redução de pena estariam sendo fraudados. A Seres encaminhou o caso à Polícia Civil - FOTO: Foto: ABr
Leitura:

O Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp-PE) denunciou, nesta terça-feira (17), a descoberta de um esquema de fraudes de documentos que estaria facilitando a redução de penas de presidiários do Estado há mais de 10 anos.

De acordo com o Sindasp-PE, atestados de estudo e trabalho estariam sendo falsificados. Estes documentos, utilizados para dar entrada no processo de redução de pena, teriam assinaturas falsas de diretores e supervisores de unidades prisional. Presos e advogados, além de outras pessoas de fora dos presídios, estariam envolvidos.

Instauração de inquérito

Em nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou que identificou o fato e o encaminhou à Polícia Civil para instauração de inquérito e ao Poder Judiciário para providências cabíveis.

Últimas notícias