TRIPLO HOMICÍDIO

Mortes em Enseada dos Corais podem ter relação com tráfico de drogas

De acordo com a Polícia, pelo menos um dos rapazes mortos teria envolvimento com drogas

Julia Aguilera
Julia Aguilera
Publicado em 21/02/2018 às 13:31
Foto: Clarissa Siqueira/TV Jornal
De acordo com a Polícia, pelo menos um dos rapazes mortos teria envolvimento com drogas - FOTO: Foto: Clarissa Siqueira/TV Jornal
Leitura:

O tráfico de drogas é a principal suspeita da polícia como motivação para o triplo homicídio que aconteceu em Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. Três rapazes foram mortos a tiros dentro de uma pousada, na madrugada desta quarta-feira (21).

O delegado Felipe Monteiro, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP),  disse que a polícia já tem alguns indícios de que o crime tenha relação com o tráfico de entorpecentes. “Nós fizemos algumas oitivas e a primeira hipótese trabalhada é que seria decorrente do tráfico”, comentou o delegado.

No quarto em que aconteceu o crime estavam as três vítimas, identificadas como Erick, Everton Martins de Moura e Lucas Araújo Silva, e duas mulheres. De acordo com elas, a vítima que morava no local aparentava estar ligada a um grupo que estava ocupando outro quarto da pousada e, em certo momento, voltou do cômodo vizinho com drogas.

O crime

Segundo testemunhas, um grupo de mais ou menos seis homens, com coletes semelhantes aos usados pela Polícia Civil, invadiram a Pousada da Hora, na Comunidade Esperança,  e trocaram tiros com o grupo do quarto vizinho ao das  vítimas. Após os disparos, os ocupantes do quarto e o grupo invasor fugiram.  

Pouco tempo depois, o grupo de fora voltou à pousada e bateu na porta do quarto das vítimas, se identificando como policiais. Os suspeitos pediram para os três rapazes deitarem no chão e efetuaram os disparos de arma de fogo. As moças foram poupadas.

Nem os suspeitos e nem os ocupantes do primeiro quarto foram identificados. A Polícia está investigando a motivação do crime e a autoria.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias