AGRESTE

Criança de 7 anos passa por cirurgia após ser atingida por linha com cerol em Caruaru

A vítima passou por uma cirurgia de urgência na traqueia e precisou de transfusão após perder muito sangue. A Polícia Civil investiga o caso

JC Online
JC Online
Publicado em 27/09/2018 às 8:55
Foto ilustrativa: Alexandre Lopes/ Especial para o JC
A vítima passou por uma cirurgia de urgência na traqueia e precisou de transfusão após perder muito sangue. A Polícia Civil investiga o caso - FOTO: Foto ilustrativa: Alexandre Lopes/ Especial para o JC
Leitura:

Uma criança de sete anos foi ferida gravemente por uma linha de pipa com cerol no último sábado (22) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o garoto estava andando de bicicleta na Avenida Leão Dourado, no bairro Vila Kennedy, quando foi atingido no pescoço.

A vítima foi levada, logo em seguida, para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. Lá, a criança precisou passar por uma cirurgia de urgência na traqueia e, por perder muito sangue, também fez uma transfusão.

Após o caso, o pai do garoto procurou 89° Delegacia de Polícia onde prestou queixa sobre o ocorrido nessa quarta-feira (26). Segundo o delegado que investiga o caso, Alberes Cristiany Costa, esse caso demonstra uma conduta de maior potencialidade visualizada como uma tentativa de homicídio.

O delegado afirmou que serão feitas várias diligências pelo local e testemunhas que estavam no momento do crime serão ouvidas.

A criança teve alta e já está em casa se recuperando. A Polícia Civil já está investigando para identificar o autor ou autores do caso.

Cerol

O cerol é uma mistura de cola e vidro quebrado onde a sua utilização tem a finalidade de corta outras linhas de outras pipas. Alguns motoqueiros de Caruaru já foram atingidos pela linha mortal. Por isso, a maioria dos mototaxistas usam uma haste na frente do guidão, uma espécie de antena para q n sejam atingidos pelo cordão com cerol.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias