Invasão

Personal trainer é vítima de golpe após ter Instagram hackeado

Se passando pela mulher, o invasor enviou mensagens e conseguiu que três amigas dela fizessem depósitos bancários

Jennifer Thalis
Jennifer Thalis
Publicado em 26/10/2018 às 20:16
Foto: Cortesia
Se passando pela mulher, o invasor enviou mensagens e conseguiu que três amigas dela fizessem depósitos bancários - FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

Uma personal trainer de 37 anos foi vítima de um golpe, nessa quinta-feira (25), após ter seu perfil do Instagram hackeado. Se passando pela mulher, o invasor conseguiu que três amigas dela fizessem depósitos em duas contas bancárias. O caso foi registrado na delegacia de Camaragibe nesta sexta-feira (26). O prejuízo foi de mais de mil reais.

O invasor usou a ferramenta de mensagens do aplicativo para pedir dinheiro a amigos da vítima. Na conversa, o hacker dizia que estava tentando fazer uma transferência bancária para uma terceira pessoa, mas teve a senha bloqueada. Em seguida, solicitava ao contato que fizesse o procedimento em seu lugar, prometendo devolver o dinheiro no dia seguinte.

 

 

 

Segundo a vítima, três amigas suas caíram no golpe e depositaram R$200, R$670, R$580 nas contas repassadas pelo hacker. O invasor indicou duas contas em nome de mulheres identificadas como Suzane e Marielly. Ambas as contas constam como sendo de Salvador, na Bahia.

“Às 16h, recebi a ligação de uma amiga me informando que tinha feito um depósito pra mim e que eu havia pedido mais mil reais. Ela perguntou o que tinha acontecido e eu fiquei surpresa. Eu disse a ela que eu não havia pedido dinheiro algum”, disse a personal.

Após o telefonema, a mulher tentou acessar seu Instagram, mas não conseguiu. Para que mais pessoas não caíssem no golpe, ela resolveu enviar mensagens via WhatsApp para todos os amigos informando que seu perfil no Instagram havia sido invadido.

“Foi muito constrangedor. Eu não tenho essa conduta de pedir dinheiro. Eu nem uso muito minhas redes sociais”, relatou. Apenas às 20h da quinta-feira (25) uma amiga conseguiu acessar o perfil da vítima na rede social.

Além das amigas mais próximas, diversos outros contatos haviam recebido a mesma mensagem. “Muita gente ainda ia depositar. Não depositaram porque eu consegui avisar a tempo”.

O caso foi registrado na delegacia de Camaragibe. De acordo com a Polícia Civil, o crime será investigado pela delegada Euricélia Nogueira.

Nota da Polícia Civil

A vítima relata que sua conta do Instagram foi utilizada para solicitar dinheiro a seus amigos e que três deles efetivaram os depósitos. O caso será investigado pela delegada Euricélia Nogueira.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias