BALANÇO

Pernambuco registra 5.691 roubos em setembro, diz SDS

De acordo com a SDS, em relação a setembro de 2018, a queda no número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) foi de 18,71%

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 14/10/2019 às 19:19
Notícia
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
De acordo com a SDS, em relação a setembro de 2018, a queda no número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) foi de 18,71% - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Leitura:

Pernambuco registrou 5.691 casos de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) em setembro deste ano. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), em relação a setembro de 2018, quando foram contabilizadas 7.001 ocorrências, a queda foi de 18,71%. 

Entre janeiro e setembro de 2019, segundo a SDS, foi registrado um total de 62.005 CVPs, resultando em um decréscimo de 15,36% em comparação com os nove primeiros meses do ano passado, quando foram notificados 73.275 roubos. De acordo com o órgão, o Estado ultrapassou, em setembro de 2019, os dois anos de redução consecutiva dos CVPs, quando se leva em consideração o mesmo período do ano anterior.

A maior retração no número de CVPs foi sentida na Zona da Mata do Estado, que somou 516 roubos e registrou uma redução de 28,23% casos em relação a setembro de 2018, que teve 719 registros. A Região Metropolitana do Recife (exceto a capital) vem em seguida com 1.660 crimes contra o patrimônio, 23,64% a menos que o ano anterior, com 2.174 CVPs. O Sertão teve uma redução de 17,19% (saindo de 384 para 318 casos), e o Agreste, registrou 4,02% de queda (de 1.319 para 1.266 crimes).

Em setembro, o Recife contabilizou 1.933 crimes violentos contra o patrimônio. O número é 19,71% menor que o total de denúncias registradas em setembro de 2018, quando foram notificadas 2.405 queixas do tipo, informou a SDS.

Na soma dos nove primeiros meses de 2019, a maior redução se concentra no Agreste, que, com 11.431 ocorrências, no ano, conta com um decréscimo de 24,01% em relação ao período que compreende janeiro a setembro de 2018, quando foram notificados 15.042 casos. No Sertão, que verificou uma redução de 23,37% nesse tipo de crime, as forças policiais receberam um total de 3.151 denúncias, neste ano. Já no ano passado, haviam sido 4.112. A Zona da Mata, com um recuo de 19,12% (saindo de 7.305 para 5.908 CVPs), e a Região Metropolitana, com 13,81% de queda (de 21.810 para 18.799 CVPs), finalizam a lista.

No compilado dos nove primeiros meses de 2019, o Recife atingiu a marca de 9,16% de retração nos CVPs, afirmou a SDS, com 2.290 casos a menos que o registrado no mesmo período de 2018. No total, a capital registrou 22.716 ocorrências de roubos, neste ano, contra 25.006, no mesmo período de 2018.

Investidas contra instituições financeiras

De acordo com a SDS, pela primeira vez, desde o início da série histórica do Pacto pela Vida, o Estado não registra, em um mês, uma única investida consumada à instituição financeira, seja caixa eletrônico, banco ou carro forte. Na soma geral do ano, desde o mês de janeiro deste ano, a redução desse tipo de crime atinge a marca de 67%, caindo de 55, nos nove primeiros meses do ano passado, para 18, neste ano. 

Roubos de celulares

Em setembro de 2019, houve recuo de 19% no número de roubos de celulares. No total, as ocorrências caíram de 2.731 registros, em setembro do ano passado, para 2.218 ocorrências no mês passado, o menor número de queixas recebidas desde a implantação do Programa Alerta Celular, em março de 2017, segundo a SDS.

Na soma geral deste ano, são 24.074 roubos de celulares registrados no Estado. O número é 12% menor que o contabilizado no mesmo período de 2018, que somou 27.472 ocorrências.

Nos nove primeiros meses deste ano, o número de celulares recuperados subiu 85%, em relação ao mesmo período de 2018. No total, foram 6.875 aparelhos telefônicos resgatado. Já no ano passado, houve 3.726 apreensões. 

Investidas contra ônibus, veículos e cargas

As investidas contra coletivos, veículos e cargas mantiveram queda acumulada na soma dos nove primeiros meses do ano. Os roubos a coletivos, por exemplo, apresentam um recuo de 6,02% em relação ao ano passado, caindo de 681 ocorrências, em 2018, para 640, nos nove primeiros meses deste ano. Já os roubos de veículos acumulam retração de 16,99%. Ao todo, neste ano, foram registradas 10.004 queixas do tipo, em todo o Estado, contra 12.052 no mesmo período de 2018. Por fim, em relação aos roubos de cargas, as denúncias desse tipo de crime caíram um total de 15%, saindo de 450 crimes, no ano passado, para 382, neste ano.

Prisões e apreensões

Desde o início do ano, foram presas 29.537 pessoas em flagrante delito e cumpridos 4.604 mandados de prisão. Além disso, integrantes da SDS autuaram 4.579 adolescentes que cometeram atos infracionais, registraram 5.085 ocorrências de tráfico de drogas e apreenderam, ao todo, 5.887 armas que estavam em poder de suspeitos de crimes.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias