Segurança

Queda de 18% nos homicídios do Recife em 2019; Números do Estado saem nesta quarta-feira

Governo de Pernambuco divulgou balanço referente a roubos nesta terça-feira (14)

Thiago Wagner Thiago Wagner
Thiago Wagner
Thiago Wagner
Publicado em 14/01/2020 às 21:08
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Governo de Pernambuco divulgou balanço referente a roubos nesta terça-feira (14) - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Nesta terça-feira (14), indicadores das esferas federal e estadual mostraram que há uma tendência significativa de redução na criminalidade. A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) divulgou nesta terça-feira o balanço referente a Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP). O Estado registrou, em 2019, 78.943 roubos. O número representa a menor incidência de delitos deste tipo desde 2014. Já os dados sobre Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) serão anunciados nesta quarta-feira (15), mas o secretário estadual Antonio de Pádua antecipou que, no Recife, houve uma redução de 18% de homicídios (menos 108 mortes em relação a 2018).

“Estamos acompanhando esse debate (sobre protagonismo da redução da criminalidade) com muita tranquilidade. O trabalho que está sendo feito aqui em Pernambuco está apresentando resultados positivos há 25 meses consecutivos, na redução de crimes contra a vida. Hoje (terça), nós anunciamos os números de redução de Crimes Contra o Patrimônio que chegaram ao 28º mês consecutivo de redução. Ou seja, é algo que acontece bem antes de se iniciar essa discussão”, afirmou Pádua em entrevista ao JC.

>> Com Em Frente Brasil, cidade de Paulista reduz homicídios em 36%

Quando o secretário fala sobre debate, é uma referência à disputa sobre a quem pertenceria o protagonismo na redução da criminalidade no País. Se caberia ao governo federal, conforme o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, tem afirmado ao citar que graças às ações de inteligência da pasta houve uma redução de 22% no número de assassinatos, 40% nos roubos a bancos e 40% nos roubos de cargas em estradas federais, em 2019; ou se esse quadro seria resultado de ações implementadas pelos Estados, segundo defendeu o ex-ministro extraordinário da Segurança Pública no governo de Michel Temer (MDB), Raul Jungmann (Sem Partido). “São os governos estaduais que gastam realmente, com segurança pública, sendo responsável por 85% desses gastos”, pontuou.

Para o secretário, as reduções são fruto de um trabalho em conjunto que tem sido custeado em sua maior parte pelo governo do Estado - cerca de R$ 4.7 bilhões. “O que estávamos esperando ano passado era a liberação do Fundo Nacional de Segurança, que ainda não recebemos. Nós tivemos início de uma ação do Governo Federal, com o Em Frente Brasil, mas é dentro de um município único. Para falar da redução da criminalidade, temos que falar do Estado. E a redução que nós temos é por causa do Pacto pela Vida”, ressaltou Antonio de Pádua.

O secretário também comentou a redução do número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) durante entrevista ao Balanço de Notícias da Rádio Jornal.

“Desde dezembro de 2017 Pernambuco vem atingido essa marca história de reduções consecutivas, não só no Recife, mas em todo o Estado. É resultado dessa integração de forças, trabalhando com muita inteligência. Ano passado foram mais de cem operações de repressão qualificada da Polícia Civil. Teremos um resultado histórico”, afirmou.

Projeto Em Frente Brasil 

Também nesta terça, o Ministério da Justiça e Segurança Pública, divulgou que no período de 30 de agosto de 2019, data do início do projeto Em Frente Brasil, até o dia 11 de janeiro deste ano, houve a preservação de 165 vidas. Todos os cincos municípios que participam da iniciativa piloto apresentaram queda: Ananindeua/PA (-65,2%), Cariacica/ES (- 8,9%), Goiânia/GO (-47,9%), São José dos Pinhais/PR (-20,7%) e Paulista (-36,4%), na Região Metropolitana do Recife. Em relação às ocorrências de roubo, também houve uma redução significativa nestas cidades, de 29,9% - em Paulista, o número foi de -31,6%.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias