CELEBRAÇÃO

Dia de Finados movimenta cemitérios do Recife; veja a programação

Ao longo do dia, cerca de 15 mil pessoas devem circular pelos cemitérios municipais do Recife

Anna Tenório
Anna Tenório
Publicado em 02/11/2019 às 11:25
Notícia
Foto: Juliana Oliveira, TV Jornal
Ao longo do dia, cerca de 15 mil pessoas devem circular pelos cemitérios municipais do Recife - FOTO: Foto: Juliana Oliveira, TV Jornal
Leitura:

Neste sábado (2), Dia de Finados, os cemitérios públicos do Recife abriram as portas para o público às 7h. Ao longo do dia, cerca de 15 mil pessoas devem circular pelos espaços para homenagear entes queridos que já se foram. Veja a programação completa dos cemitérios.

Por volta das 11h, a movimentação era grande nos boxes onde são vendidos flores e velas, mas os comerciantes se queixavam de que estavam vendendo menos neste ano.

Em alguns pontos do Recife, o trânsito precisou ser alterado para garantir que não haja pontos de congestionamento. O comércio também está fechado em alguns locais da Região Metropolitana do Recife (RMR).

Dona Maria das Dores largou do trabalho e foi, acompanhada do irmão Antônio, visitar o túmulo do pai e de outro irmão nesta manhã. Maria afirmou que vem ao cemitério ao longo de todo o ano porque visitá-los a conforta. "É muito triste, muita dor porque a gente não tem mais alegria no final de ano e sempre quando eu lembro choro de saudade. A saudade é eterna", afirmou.

Com uma extensa programação religiosa ofertada para a população, o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, celebrou uma missa campal no cemitério de Santo Amaro. De acordo com o católico, a data é uma forma de se manifestar a saudade e o carinho pelas pessoas que faleceram. 

"Finados é um dia muito bonito. Já desde a idade média é uma tradição que vem crescendo a cada ano e as famílias vão visitar os túmulos para rezar pelos seus entes queridos. Então não é desespero, mas é saudade. É uma coisa bonita, é um sentimento salutar. Porque nós acreditamos na ressurreição. Acreditamos na vida. Aqueles que morrem, morrem para o encontro com Deus. Se eles tem fé vão agora viver aquilo que acreditaram", disse dom Fernando.

Movimentação

Segundo a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), pelo menos, 50 mil pessoas devem passar por algum dos cinco cemitérios recifenses nesta semana e, pelo menos, 15 mil até o fim deste sábado (2). Esta é a data do ano em que mais pessoas se dirigem aos túmulos dos seus entes queridos, no entanto, apesar de centenas de pessoas chegarem a todo o momento, o movimento ainda é pouco, se comparado com esta mesma época no ano passado. 

Dona Maria José vende flores em frente ao cemitério de Santo Amaro há mais de 50 anos. De acordo com ela, apesar do público e da movimentação, a venda de flores está menor que nos anos anteriores. "Quando compra, compram uma rosa, duas. Levam só o botão que está saindo a 2 reais", disse. "Diferente demais. Não tem movimento não. Pode ver, o portão do cemitério entrando pouquíssima gente, o pessoal indo mais pro cemitério", se queixou. 

Agenda do governador

Nesta manhã, o governador Paulo Câmara (PSB), acompanhado do prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), participou da celebração presidida pelo padre Renato Maia, no cemitério Campo Santo São José, localizado no bairro de Arthur Lundgren I, Paulista, Grande Recife.

"A gente hoje vem também agradecer e pedir a eles iluminação para continuar a seguir um caminho importante em favor do nosso Estado”, afirmou Paulo Câmara.

Programação

Capela do Cemitério de Santo Amaro

Sexta-feira (01/11)

•9h – Recitação do Santo Terço
•10h – Celebração da Santa Missa

Sábado (02/11)

•7h – Missa (celebrante padre Rinaldo Pereira)
•8h30h – Recitação do Terço
•10h – Missa (celebrante Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife)
•12h – Missa (celebrante padre João Crisóstomo, capelão do cemitério Santo Amaro)
•14h30 – Recitação do Santo Terço
•16h – Missa de encerramento (celebrante padre João Crisóstomo, capelão do cemitério)

Cemitério Parque das Flores

Sábado (02/11)

•8h – Missa (celebrante Dom Limacêdo Antonio, bispo auxiliar da Arquidiocese)
•9h30 – Missa (celebrante padre Luciano Brito, pároco de Nossa Senhora de Fátima, Boa Viagem)
•11h – Missa (celebrante padre Sérgio Pereira, vigário episcopal)
•14h – Missa (celebrante padre Marcelo Junior, paróquia do Rosário, Tejipió)
•16h – Missa (Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife)

Cemitério Morada da Paz

Sábado (02/11)

Programação religiosa

08h – Missa no jardim ecumênico / padre Hélio Nascimento

08h - Palestra Espírita na sala de velório central / vice-presidente da Federação Espírita de Pernambuco, José Batista Feijó

10h – Culto na sala de velório central / pastor Jefferson Menezes, da Igreja Batista Memorial Esperança

16h – Missa no jardim ecumênico / padre Hélio Nascimento

Programação cultural

9h – Prática de Yoga / instrutora Yeda Hiramime

9h - Roda de Conversa sobre saudade e lembrança / psicóloga do luto do Grupo Vila, Beatriz Mendes

11h – Oficina de Pipas / instrutores do centro recreativo Casa das Asas

15h – Oficina de Bolhas de Sabão / instrutores do centro recreativo Casa das Asas

8h às 17h – Espaço Pet / dicas de adestramento e nutrição pet, prática do Enriquecimento Ambiental com estímulos de faro dos cães visitantes, além da demonstração de agility

Cemitério Memorial Guararapes

Sábado (02/11)

•9h - Missa
•11h – Missa (celebrante dom Limacedo Antonio da Silva, bispo auxiliar da Arquidiocese)
•16h – Missa

O túmulo mais visitado do Recife

 A Menina sem Nome, cujo túmulo é um dos mais visitados do Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife, e a quem se atribuem milagres, não foi morta por afogamento, jamais sofreu violência sexual e não conseguiu se defender do seu agressor. Devotos atribuem a ela graças alcançadas. Falam de cura para doenças e de proteção para a família.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias