SAÚDE

Instituto do Fígado de Pernambuco promove campanha solidária

No dia 22, será realizada exposição que reúne obras de seis artistas. Verba obtida com a venda das peças será destinada ao instituto

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 09/10/2015 às 8:04
Bobby Fabisak/JC Imagem
No dia 22, será realizada exposição que reúne obras de seis artistas. Verba obtida com a venda das peças será destinada ao instituto - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Referência nacional e internacional por trabalhar com foco em ações humanizadas no tratamento, o Instituto do Fígado e Transplantes de Pernambuco (IFP) promove a sua 1ª Campanha de Artes, que culmina no dia 22, às 18h30, no salão do JCPM Trade Center, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Na ocasião, será realizada uma exposição que reúne obras dos artistas pernambucanos Carlos Pragana, Francisco Brennand, João Câmara, Roberto Lúcio, Roberto Ploeg e Rinaldo. 

Nesta primeira fase do projeto, serão comercializadas 50 reproduções (numeradas e assinadas) de cada artista. A verba obtida com a venda das peças será destinada ao IFP, que realiza cerca de 1,8 mil atendimentos por mês a pessoas de vários Estados do Brasil que convivem com doenças hepáticas. “A exposição é uma forma de a sociedade ajudar a manutenção do instituto e ainda ficar com a obra de um artista consagrado da cultura pernambucana”, diz a presidente do conselho do IFP, Geralda Farias. 

Após a mostra, as obras ficarão disponíveis para serem comercializadas na sede do IFP, que fica na Rua Arnóbio Marques, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, ao lado do Hospital Universitário Oswaldo Cruz. Cada peça custa R$ 500 – valor que pode ser dividido em até cinco vezes. “A colaboração dos artistas, que cederam integralmente a grafia de suas artes para viabilizar a arrecadação de recursos financeiros para as ações do instituto, consolida uma parceria cultural”, frisa a médica Leila Beltrão, presidente do IFP. 

A unidade, que é uma associação privada sem fins lucrativos, atua há 10 anos nas áreas de pesquisa, prevenção e tratamento das doenças do aparelho digestivo, especialmente as hepáticas. Todo o atendimento do IFP é direcionado exclusivamente a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). 

“Também oferecemos uma casa de apoio para os pacientes e acompanhantes fora do Recife”, diz Leila. Ela informa que, nos próximos anos, o IFP pretende entregar o Hospital Luiz Felipe Brennand, primeira unidade de fígado e transplante do Brasil com atendimento inteiramente voltado para os pacientes do SUS. O hospital está sendo erguido num terreno que fica no Cordeiro, Zona Oeste do Recife. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias