CONTRA O CÂNCER

Fernando de Noronha promove ações em alusão ao Outubro Rosa

Além do câncer de mama, a Superintendência de Saúde de Noronha está organizando exames e debates sobre câncer de colo de útero

Julia Aguilera
Julia Aguilera
Publicado em 22/10/2018 às 16:44
Foto: Karolayne Rayane/ Divulgação
Além do câncer de mama, a Superintendência de Saúde de Noronha está organizando exames e debates sobre câncer de colo de útero - FOTO: Foto: Karolayne Rayane/ Divulgação
Leitura:

Em Fernando de Noronha, a Superintendência de Saúde da ilha está promovendo uma semana de atividades em alusão à Campanha do Outubro Rosa. Em paralelo ao tema do câncer de mama, também estão sendo realizadas ações de esclarecimento e conscientização sobre o câncer de colo de útero e métodos anticoncepcionais.  A programação inclui palestras, exames de ultrassonografia, mamografia e arrecadação de lenços.

“Queremos enfatizar a importância da mulher conhecer seu corpo e estar atenta aos sinais. Vamos falar sobre práticas de prevenção, diagnóstico precoce e outros temas que estão ligados à saúde da mulher”, explica a enfermeira e gestora de atenção primária da Ilha, Daniela Costa.

Nesta segunda (22) e terça-feira (23) estão sendo realizadas rodas de conversa com alunos do ensino médio da Escola de Referencia em Ensino Médio Arquipélago de Fernando de Noronha sobre saúde da mulher. Na sexta-feira, a programação continua com a realização de uma palestra sobre prevenção do câncer de mama e colo de útero com profissionais do Posto de Saúde da Família (PSF) e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), no Hotel de Trânsito da Aeronáutica.

Também na sexta-feira, terão inícios os exames. Serão feitas ultrassonografias de mama e citologia oncótica em mulheres acima dos 40 anos, na Unidade de Saúde da Família (USF) Dois Irmãos. No dia 26, a partir das 16h e no sábado e no domingo, a partir das 9h.

Os exames já foram previamente marcados, mas interessadas em participar podem comparecer para que sejam feitos encaixes nos horários. Só precisam ser levados documentos de identidade ou cartão do SUS. Pacientes que tenham exames de outros anos, também podem levá-los. A previsão da organização é que 120 mulheres sejam examinadas.

Interessados em doar lenços, podem entregar as peças no Setor de Recursos Humanos no Palácio de São Miguel ou no Escritório de Apoio, na capital pernambucana.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias