Imunização

Mais de 150 postos de saúde do Recife já estão abertos para oferecer vacina contra sarampo

A ação é voltada para as pessoas entre 5 e 19 anos que nunca foram imunizadas contra a doença, ou que estão com a caderneta desatualizada

Marcelo Aprigio
Marcelo Aprigio
Publicado em 10/02/2020 às 9:58
Notícia
Foto: Wellington Lima/JC Imagem
A ação é voltada para as pessoas entre 5 e 19 anos que nunca foram imunizadas contra a doença, ou que estão com a caderneta desatualizada - FOTO: Foto: Wellington Lima/JC Imagem
Leitura:

Com o objetivo de imunizar crianças e jovens, o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde de Pernambuco e do Recife iniciaram, nesta segunda-feira (10), a campanha nacional de vacinação contra o sarampo para quem tenha entre 5 e 19 anos. Quem está nesta faixa etária deve procurar um posto de saúde e realizar a vacinação, que ocorre em duas doses da tríplice viral, com um intervalo de 30 dias entre elas.

A ação, que segue até o dia 13 de março, é voltada para as pessoas que nunca foram imunizadas contra a doença, ou que estão com a caderneta desatualizada. Moradores do Recife podem procurar um dos mais de 150 postos de saúde da rede municipal para receber a vacina que também protege contra caxumba e rubéola. A lista de locais para imunização pode ser consultada no site da Prefeitura do Recife.

A campanha será dividida em duas fases, para a primeira, a previsão é que o Dia D aconteça em 15 de fevereiro de 2020. Já a segunda fase, voltada para adultos dos 30 a 59 anos, está prevista para acontecer entre 3 e 31 de agosto, com dia D em 28 de agosto.

Casos confirmados em Pernambuco em 2020

Esta é a terceira campanha realizada desde 2019 no Estado. As outras ações foram voltadas para pessoas de 6 meses a 4 anos e para os jovens de 20 a 29 anos. De acordo com a SES, está prevista mais uma campanha, que será realizada a partir de 3 agosto de 2020, e terá como público-alvo as pessoas entre os 30 e 59 anos. Segundo o Ministério da Saúde, Pernambuco é um dos nove estados que têm casos confirmados de sarampo este ano. Foram registrados 46 casos suspeitos, dos quais três (6,5%) foram confirmados, 16 (34,8%) descartados e 27 (58,7%) em investigação.

Os casos aconteceram nos municípios de Paulista (dois) e Olinda (um), ambos no Grande Recife. Os adoecimentos registrados em Paulista são de gêmeas de apenas um ano. Elas não têm histórico de vacinação com a tríplice viral, apesar de a dose zero ter começado a ser ofertada, no ano passado, a bebês a partir dos 6 meses. Ambas estão bem, precisaram ser internadas, mas receberam alta hospitalar. Em Olinda, a paciente é uma mulher de 23 anos.

"Em Pernambuco, nós temos uma boa taxa da primeira dose da vacina, dentro da meta, superior a 95%, mas, em relação à segunda dose, nós ainda estamos precisando dar um reforço. É muito importante que as pessoas que não tenham o esquema vacinal completo, ou que tenham alguma dúvida sobre o esquema vacinal, procurem os postos de saúde a partir desta segunda-feira", comenta o secretário de saúde de Pernambuco, André Longo. Em 2019, Pernambuco teve 315 confirmações de sarampo e outros 240 casos permanecem em investigação. Também no ano passado, cerca de 760 mil doses da tríplice viral foram aplicadas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias