Polêmcia

Lindsay Lohan é condenada a mais 125 horas de trabalhos comunitários

Prisão condicional da atriz foi ampliada para 25 de maio

Adriana Pimentel Victor
Adriana Pimentel Victor
Publicado em 25/02/2015 às 18:42
AFP
Prisão condicional da atriz foi ampliada para 25 de maio - FOTO: AFP
Leitura:

Lindsay Lohan é condenada a mais 125 horas de trabalhos comunitários

       LOS ANGELES - A atriz americana Lindsay Lohan foi condenada nesta quarta-feira a outras 125 horas de trabalhos comunitários, depois de um juiz de Los Angeles ter posto em dúvida o cumprimento de uma pena anterior.  O juiz Mark A. Young declarou que "a corte não está disposta a aceitar todas as horas de serviço comunitário propostas" diante das alegações apresentadas pela promotoria.

Como consequência, ampliou para 28 de maio sua condicional. A atriz, de 28 anos, foi condenada em março de 2013 a 240 horas atividades ao serviço da comunidade por dirigir de forma perigosa e mentir para a polícia sobre seu envolvimento em um acidente de carro, ocorrido no dia 8 de junho de 2012, em Santa Monica (oeste de Los Angeles).

 A ex-estrela da Disney afirmou que viajava no banco do passageiro quando o Porsche em que estava capotou, mas a investigação determinou que era ela quem dirigia o carro no momento do acidente. A justiça americana também lhe impôs permanecer 90 dias em um centro de reabilitação e se submeter a um tratamento psiquiátrico durante 18 dos 24 meses de sua liberdade condicional.

    Mas o vice-promotor de Santa Mônica, Terry White, assegurou no mês passado em uma visita preliminar que Lohan só se dedicou a cumprimentar os voluntários com quem devia trabalhar.

    "Eu adoraria passar o dia com uma celebridade, mas isso não é serviço comunitário", argumentou o promotor.

    A advogada da atriz, Shawn Holly, disse à imprensa que sua cliente cumpriu a sentença, mas não se opôs à decisão do juiz Young. Em 12 de março será realizada uma nova audiência para determinar as atividades que Lohan deverá cumprir.

    Lindsay Lohan ficou mais famosa por seus problemas com as drogas e sua passagem pela prisão do que pelo seu trabalho. Quando criança, iniciou uma promissora carreira no cinema ao protagonizar "Operação cupido" e "Meninas Malvadas". 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias