Bastidores

Junior Lima apresenta Collab, seu novo projeto musical

Em parceria com o DJ e produtor Julio Torres, cantor e multi-instrumentista lança canal para mostrar seu processo criativo

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 14/09/2016 às 5:00
Foto: Bruno Candiotto/Divulgação
Em parceria com o DJ e produtor Julio Torres, cantor e multi-instrumentista lança canal para mostrar seu processo criativo - FOTO: Foto: Bruno Candiotto/Divulgação
Leitura:

Após o fim de Sandy e Junior, em 2007, pouco se ouviu falar do que aconteceu com a segunda voz da dupla pop. Taxado de “cantor que não canta”, “eterna sombra da irmã” e até “o que nunca saiu do armário”, Junior Lima, hoje aos 32 anos, é um multi-instrumentista, produtor musical, fotógrafo e, ontem, iniciou no YouTube seu mais novo projeto na área da música: o Collab.

Na última segunda-feira (12), Junior fez uma transmissão ao vivo em sua página do Facebook para explicar do que se trata essa nova empreitada, que tem sede em seu próprio estúdio, instalado na sua casa, em São Paulo.

O artista contou que começou a fazer músicas autorais de forma despretensiosa, mas sem finalizá-las. Para dar um suporte, ele chamou o DJ e produtor musical Julio Torres, que trabalhou com ele no Dexterz – projeto de música eletrônica – que já esteve no Recife para algumas apresentações. “A gente percebeu a necessidade de registrar esse processo artístico das produções e da composição e por isso surgiu o Collab”, justificou o músico.

Como toda a produção fonográfica, uma música pede determinada sonoridade, determinado instrumento, determinada voz e, claro, colaborações. Junior quer mostrar ao seu público como esse processo criativo e artístico se desenvolve através desses vídeos no YouTube, que vão gerar músicas inteiras, culminando num disco completo. Collab então, significa a junção entre colaboração e laboratório, ou como Junior prefere definir, “um espaço colaborativo de arte”.

E após nove anos do fim da dupla e outros projetos musicais depois, Junior Lima volta a soltar a voz em algumas canções, mas não em todas: “Vai depender da música, do que eu achar que combina com aquele som, com o que eu achar que é necessário para aquela música. É como se você fosse pintar um quadro e você quer a cor vermelha e não amarela”, comparou.

PONTAPÉ INICIAL

O primeiro programa do Collab foi lançado nesta terça-feira (13), pontualmente, às 13h, no canal oficial de Junior Lima no YouTube. Durante sete minutos, o cantor explicou a gênese do projeto, os espaços onde o Collab funciona e, sem entregar muita coisa no aspecto musical, deixa o público acompanhar o desenvolvimento de um arranjo e um convite para uma colaboração com a cantora Maria Gadú.

Os vídeos, bem produzidos, têm trilha sonora original do próprio Junior e Julio Torres (o “personagem fixo” do programa). A gravação e finalização tem a assinatura da produtora Gogacine, que tem à frente o diretor e também ator Douglas Aguillar, que fez o Mau na série Sandy & Junior, da Rede Globo.

O Collab vem para expor o lado que Junior mais gosta de trabalhar: o dos bastidores. Mas também pretende entregar algo que os fãs, desde o fim de Sandy e Junior, também esperam dele: um trabalho 100% autoral. O segundo vídeo será publicado na próxima terça-feira (20), às 20h.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias