disco

Allycats vai do rock caipira ao surfe em 'On the Road'

Grupo criado em 2015 lança disco de estreia

José Teles
José Teles
Publicado em 13/07/2019 às 9:27
Foto: Divulgação
Grupo criado em 2015 lança disco de estreia - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

No dia 5 de julho de 1954, Elvis Presley fazia um teste, na gravadora Sun Records, interpretando canções que já tinham sido sucesso com outros artistas. Baladas, acompanhado pelo baixista Bill Black e pelo guitarrista Scotty Moore. Pilotando a mesa de som, Sam Phillips, o dono da hoje lendária gravadora de Memphis, Tennessee. Philips não pareceu muito entusiasmado, apesar de reconhecer que o rapaz, de 19 anos, tinha boa voz.

Depois de gravar duas músicas, o produtor pediu que dessem uma parada, e continuou na cabine. Os dois músicos pegaram uma Coca-Cola, enquanto Elvis começou cantando um blues, já meio antigo, lançado por Arthur “Big Boy” Crudup, em 1946. That’s All Right, o título. Elvis cantava e rodopiava pelo pequeno estúdio. Bill Black largou a Coca, pegou o contrabaixo e começou a tocar, entrando na brincadeira. Scotty Moore entrou com a guitarra. Sam Phillips perguntou o que eles estava fazendo. “Brincando”.

O produtor pediu que eles recomeçassem a brincadeira. Agora com o gravador ligado. Nascia ali o rock and roll, ao mesmo tempo um subgênero chamado rockabilly, basicamente, blues com country. Passados 65 anos, o rock tornou-se um rio de muitos afluentes, mas o primeiro e mais puro deles continua a ser cultuado mundo afora. No Recife, a Allycats, desde 2015, dedica-se ao rockabilly e é um dos melhores grupos neste estilo no país.

Neste sábado (13), no Chalé 92, nas Graças, Daniboy e Cajueiro lançam o disco de estreia da Allycats, apropriadamente intitulado On the Road, já que a dupla cruza estradas pernambucanas em possantes motocicletas Harley-Davidson. A motocicleta veio antes para Daniel Diniz (guitarra, lap steel, violão e voz), e com ela o nome Allycats, corruptela do inglês “alley cats” – gato de rua – que em português soa como “Alicates”.

 Allycats era como se chamava o motoclube que Daniboy fundou com os irmãos. On the Road foi gravado no estúdio Di Fagner, em Caruaru, e produzido por Joanatan Richard, dono de um selo de rockabilly e ele próprio praticante do estilo seminal de rock. Richard participa também no backing vocal. No contrabaixo está Jean Elton. A gravação e mixagem é assinada por Herverton Fagner.

 O DISCO

O duo Allycats não chega à ortodoxia de se ater apenas ao rockabilly, cultiva também outro subgênero do rock, a surf music. Assim, o repertório do álbum se equilibra entre ambos, com oito composições autorais. A faixa de abertura, Baby Please, assinada por Daniboy e Cajueiro, une as vertentes rockabilly e surf music e tem guitarra com influência de Dick Dale (mais conhecido pelo instrumental Mirslou). A faixa seguinte, Rock on Saturday Night (Daniboy) é como se Carl Perkins incorporasse um Buddy Holly, com Jean Elton endiabrado no contrabaixo (ele é do Amaro Freitas Trio).

 A Estrada (Cajueiro) é rockabilly com sotaque de New Orleans. A única música com letra em português. Cajueiro assina também a faixa seguinte, Surfin’, um instrumental. Primeira música autoral da Allycats, Rock It (Daniboy) chegou a ganhar clipe, divulgado nas mídias sociais, numa versão instrumental. No disco, recebeu letra.

Dentro do rockabilly também havia estilos bem particulares, um dos mais fortes era o de Johnny Cash, influência para Daniel compor Taken by the River. Cajueiro assina a penúltima faixas, Detachment, mais uma que tem a estrada como tema. Inicialmente a letra seria em português, mas ele optou pelo inglês, porque o duo pretende alcançar paragens mais distantes. On the Road é fechado com um psychobilly à The Meteors, um dos grandes nesta variação mais punk do estilo. On the Roads é divertido, feito os discos de rock caipira que Sam Phillips produziu na Sun Records nos anos 50.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias