MEIA-ENTRADA

Matheus & Kauan e outros artistas negam participação em reunião com Bolsonaro, que pediu o fim da meia-entrada

De 56 nomes, a nova lista de presença do evento com Bolsonaro, divulgada pela Secom, passou a ter 28

JC Online
JC Online
Publicado em 30/01/2020 às 20:10
Foto: Flick da Presidência
De 56 nomes, a nova lista de presença do evento com Bolsonaro, divulgada pela Secom, passou a ter 28 - FOTO: Foto: Flick da Presidência
Leitura:

Um dia depois do evento onde os cantores sertanejos homenagearam o governo Jair Bolsonaro e pediram o fim da meia-entrada, alguns artistas começaram a se manifestar sobre o assunto nas redes sociais afirmando que não participaram da reunião. Matheus, da dupla com Kauan, por exemplo, que está de férias nos EUA, foi ao Instagram para se defender. "Estamos aqui no US [Estados Unidos] tentando tirar umas férias em paz com a família e um monte de gente mandando mensagem e propagando notícias falsas. Gente, Kauan também está aqui. Nós não fomos a lugar nenhum defender causa alguma e pra falar a verdade, ficamos sabendo do que está acontecendo agora! Não acreditem em tudo que leem na internet! Amamos vocês! Agora 'deixa nós' curtir umas férias merecidas", teclou.

Confira a publicação

A Secretaria de Comunicação (Secom), do Governo Federal, atualizou a lista das pessoas que estiveram presentes na reunião. Ela passou de 56 para 28 pessoas. Além da dupla, outras personalidades conhecidas no mundo da música foram retiradas da relação, como, por exemplo, Bruno & Marrone e Cesar Menotti & Fabiano.

A primeira lista tinha sido divulgada na última quarta-feira (29), por volta das 10h50, quando o evento estava começando, mas com um aviso de que ela poderia ser atualizada. Por volta das 16h21, ainda da quarta, aconteceu a primeira correção. A Secom informou que Cristiano, da dupla com Zé Neto, não havia comparecido. Zé Neto não constava na lista original. Já às 13h08 desta quinta-feira (30), uma nova lista foi divulgada, com o aviso de que a "listagem passou por ajustes em vista da ausência de pessoas antes confirmadas". Entre os nomes que estavam na primeira lista e não compareceram também estão a dupla Gian & Giovani e Sampaio, da dupla com Teodoro, que esteve presente. Já duplas como Henrique & Juliano e João Neto & Frederico, além do ator Dedé Santana estão nas duas listas.

Quem negou a presença no evento em um vídeo postado na quarta-feira (29) também foi a dupla Cleber e Cauan, ao responder um comentário na publicação. Interrogados se participaram do encontro com Bolsonaro para pedir o fim da meia-entrada, os artistas responderam "Não participamos, o que não quer dizer que somos contra a solicitação".

Confira

Na reunião com Bolsonaro, o locutor de rodeios Cuiabano Lima leu uma carta de apoio dos sertanejos ao presidente. Logo depois, o presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), Doreni Caramori Junior, pediu o fim da meia-entrada, que ele classificou como "injustiça histórica", além de mudanças na cobrança de direitos autorais, que ele definiu como um "monopólio" regulado por uma "lei arcaica". O presidente Bolsonaro declarou o seu carinho pela música sertaneja e agradeceu todo o apoio recebido durante a sua campanha eleitoral por parte dos artistas.

Confira a lista corrigida pela Secom nesta quinta-feira (30)

  • Bia Ferraz
  • Breno Lima
  • Cuiabano Lima (locutor)
  • Dedé Santana
  • Duduca e Dalvan
  • Gilberto e Gilmar
  • Henrique e Juliano
  • Héster e Helena
  • Jads e Jadson
  • João Neto e Frederico
  • João Reis
  • Marcus Paulo e Marcelo
  • Paraná
  • Rejane Carminati
  • Saonara Power Santana
  • Teodoro (Teodoro e Sampaio)
  • João Paulo
  • EME
  • Diego (Diego e Ray)
  • Guilherme e Victor

Últimas notícias