Happy-hour

Dicas para celebrar o Dia Internacional da Cerveja

Sommelier orienta a harmonização da bebida com a comida

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 07/08/2015 às 16:24
Foto: Igo Bione /Acervo/ JC Imagem
Sommelier orienta a harmonização da bebida com a comida - FOTO: Foto: Igo Bione /Acervo/ JC Imagem
Leitura:

O happy-hour desta sexta-feira (7) tem um motivo a mais para ser celebrado. O Dia Internacional da Cerveja foi criado em 2007 na cidade de Santa Cruz, na Califórnia, e hoje já é comemorado em mais de 50 países, sempre na primeira sexta-feira de agosto.

Por muito tempo, a bebida foi restrita aos momentos de descontração na praia ou no bar, sem complicação, mas a chegada à capital pernambucana de rótulos de diferentes países, a preços mais acessíveis, popularizaram as cervejas especiais. Se você ainda é do time que só bebe cerveja com petisco e feijoada, saiba que os variados sabores, aromas e texturas da cerveja podem ser harmonizados com diferentes pratos, assim como se faz com o vinho. 

De acordo com o sommelier Alexandre Santos, a harmonização é um casamento entre a comida e a bebida, portanto um não pode se sobrepor ao outro. A experiência, no entanto, é pessoal e não deve ser totalmente limitadas às regras. "O mais divertido é justamente a experimentação, este assunto não é um ciência exata e cada novo teste pode trazer enormes surpresas, mas podemos observar algumas dicas simples para ter maior afinidade nesse casamento", destaca.

Para comemorar o Dia da Cerveja em grande estilo, veja abaixo algumas dicas separadas pelo sommelier para uma boa harmonização:

.: Cervejas claras e leves acompanham comidas leves, enquanto cervejas mais escuras e fortes harmonizam melhor com comidas mais pesadas e gordurosas

.: Quanto mais escura a cerveja, mais escura deve ser a comida da harmonização, uma vez que as cervejas escuras recebem essa cor dos maltes escuros, que normalmente têm um sabor mais tostado e algumas vezes mais adocicado, que combina bem com os mesmos sabores das comidas bem assadas ou ensopadas

.: Quanto mais picante for a comida, mais amarga deve ser a cerveja. O lúpulo consegue cortar bem o efeito das pimentas, permitindo que você consiga sentir melhor os sabores tanto do prato quanto da cerveja

.: Deixe que a região seja seu guia. Cervejas e comidas originárias da mesma região quase sempre funcionam bem juntas

.: É importante ter atenção especial à sequência em que são servidas as cervejas. Se você planeja servir cervejas de diferentes estilos, prefira começar com as mais leves, tanto em sabores quanto em álcool, evoluindo para cervejas mais complexas e encorpadas no final

.: Cada estilo de cerveja deve ser servido em sua temperatura ideal, portanto vale a pena ficar atento para que as cervejas claras e refrescantes estejam bem resfriadas e as mais escuras e encorpadas sejam servidas em temperatura mais alta para melhor degustação. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias